O preso politico Mohamed Yazza em situação de saúde critica

O preso politico saharaui Mohamed El Hafed Yazza enviou uma carta aberta à Adiministração Geral das Penitenciárias de Marrocos exigindo uma cela individual devido ao seu estado de saúde.

O preso politico saharaui, que cumpre uma pena de 15 anos, encontra-se detido na prisão de Taroudant numa cela superlotada com presos de delito comun.

As celas superlotadas das prisões marroquinas não cumprem nenhum dos requisitos do estandarte mínimo das Nações Unidas, não têm arejamento, os presos fumam e as paredes escorrem água.

A violência é diária e o controle de cada cela está a cargo de um “chefe” que tem o apoio dos guardas. El Hamed Yazza sofre de asma, e outros problemas de saúde graves, resultantes de torturas e maus tratos que foi sujeito e às várias greves de fome que realizou desde a sua detenção em 2008.

A Adiministração Geral das Penitenciárias ordenou a sua transferência em Maio de 2016 da prisão de Ait Melloul para a prisão de Taroudant após uma greve de fome de aproximadamente um mês.

O activista saharaui solicita ainda a transferência para a prisão de Bouzakarn, mais próxima de Guelmim e da sua familia.

O estado de saúde de Mohamed El Hafed Yazza é muito preocupante estando muito debilitado.

Durante o seu tempo de detenção tem sido vitima constante de maus tratos e negliência médica grave.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies