Familias de Gdeim Izik em Rabat obrigadas a terminar protesto

Ao final desta manhã as autoridades marroquinas interromperam o protesto pacifico dos familiares dos presos politicos saharauis em frente à Administração Geral das Penitenciárias e Reinserção Social do Reino de Marrocos.

As familias encontram-se em protesto desde a semana passada contra os maus tratos sofridos pelos presos políticos saharauis conhecidos omo grupo Gdeim Izik exigindo o direito de visita, alimentação e reagrupamento destes activistas de direitos humanos na mesma prisão.

Este grupo de 19 presos politicos saharauis foi separado e disperso por 7 prisões distintas em Marrocos no passado 16 de Setrmbro.

Apesar de já ter havido uma reunião entre os familiares e o responsável da Administração Geral das Penitenciárias as condições dos detidos não melhoraram, estando vários deles em greve de fome.

As familias nos territórios ocupados do Sahara Ocidental também estão em protesto em frente das suas casas e também foram vitimas de ataque policial.

Estes ataques são cometidos 12 dias antes da visita do sub comité contra a tortura das nações unidas.

 

 

 

 

1 comentário sobre “Familias de Gdeim Izik em Rabat obrigadas a terminar protesto

Comentários fechados.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies