A News Network Activists denuncia violações contra jornalistas no Sahara Ocidental

Num relatório publicado pela News Network Activists, grupo de jornalistas saharauis nos territórios ocupados do Sahara Ocidental, é denunciada a perseguição e ataques de qua são vitimas os jornalistas pelas autoridades de ocupação marroquinas.

Segundo se pode ler no relatório em menos de um mês registaram-se ataques, sequestros, espancamentos, agressões violentas e confiscação de equipamento fotográfico, câmaras e telemóveis de vários jornalistas saharauis por parte de agentes das forças marroquinas.

Este relatório (ver aqui) é mais um elemento que documento a falta de liberdade de expressão nos territórios ocupados e a brutal repressão a que são sujeitos todos aqueles que tentam documentar as violações cometidas pelo Reino de Marrocos contra a população saharaui.

O Sahara Ocidental está ilegalmente ocupado por Marrocos desde 1975 quando Espanha abandonou esta colónia sem finalizar o processo de descolonização.

A News Network Activists denuncia violações contra jornalistas no Sahara Ocidental by porunsaharalibre.org on Scribd

1 comentário em “A News Network Activists denuncia violações contra jornalistas no Sahara Ocidental

Comentários fechados.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies