Gdeim Izik – Mohamed Ayoubi condenado a 20 anos de prisão

A 20 de Dezembro 2017, Mohamed Ayoubi, saharaui do grupo de Gdeim Izik foi condenado a 20 anos de prisão pelo tribunal de recurso de Sale, Rabat.

O caso de Mohammed Ayoubi tinha sido separado do processo do resto do grupo em Junho deste ano e era o único acusado que ainda não tinha recebido sentença do tribunal de recurso.

Ayoubi encontrava-se em liberdade condicional desde o final do julgamento militar em 2013 devido o seu estado de saúde critico.

Ontem o julgamento e leitura de sentença realizaram-se sem a presença de Mohamed Ayoubi, que se encontra em Agadir onde realiza hemodiálise no hospital dessa cidade.

Segundo as informações obtidas pelo PUSL a situação de Ayoubi não sofre alterações e continuará em liberdade condicional.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies