Mohamed Akeik, novo primeiro-ministro da RASD, membro histórico da Polisario

Alfonso Lafarga (contramutis).- Mohamed Uld Akeik, novo primeiro-ministro da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), é membro da luta de libertação do povo saharaui, pelo qual passou um ano de prisão na Espanha, e teve funções importantes na Frente Polisario e no governo saharaui.
Akeik, que substitui Abdelkader Taleb Omar, foi até agora ministro dos Assuntos das Zonas Ocupadas e da Diáspora e anteriormente era chefe de segurança da RASD. Membro do Secretariado Nacional da Frente Polisario, foi responsável por várias regiões militares, entre outras responsabilidades.
 
Conectado desde a sua juventude ao movimento de libertação saharaui,foi preso com 24 anos a 6 de novembro de 1974 em El Aaiún, acusado de ser parte do grupo que atacou em 16 de outubro a correia transportadora de Fos Bucraa. Devido a este fato, juntamente com outros seis jovens separatistas saharauis, foi preso em Las Palmas por um ano.
 
Durante a guerra com Marrocos, Mohamed Akeik foi gravemente ferido numa explosão de uma mina.

Leer más …

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies