A petrolífera Kosmos Energy abandona Sahara Ocidental

A petrolífera estado unidense Kosmos Energy abandona os projectos de potencial exploração de petróleo no território ocupado do Sahara Ocidental após 17 anos.

O abandono do território pela empresa petrolífera foi publicado a 6 de fevereiro na página web da ONHYM (empresa nacional marroquina de petróleo. Já no inicio do ano a empresa Glencore (Suíça/Reino Unido) encerrou as suas actividades no território ilegalmente ocupado por Marrocos.

Restam assim 3 empresas de petróleo com licenças de exploração ilegalmente emitidas por Marrocos: San Leon Energy (Reino Unido / Irlanda) Onshore, New Age (Jersey) e Teredo Oil (Reino Unido).

Desde o inicio do ano que Marrocos tem tido sérios revezes na exploração ilegal dos recursos naturais do Sahara Ocidental, e espera-se agora a decisão final do Tribunal de Justiça Europeu sobre o acordo de pescas UE/Marrocos que será publicado a 27 de Fevereiro.

Leer más …A petrolífera Kosmos Energy abandona Sahara Ocidental

Gdeim Izik – Mohamed Ayoubi em estado de saúde critico

AyoubiMohamed Ayoubi preso politico de Gdeim Izik em liberdade condicional encontra-se num estado muito critico de saúde em El Aaiún.

Ayoubi que foi detido pelas autoridades de ocupação marroquinas durante o desmantelamento de Gdeim Izik a 8 de Novembro de 2010, vitima de violação e torturas físicas e psicológicas durante vários dias tanto na sede da Gendarmaria como na esquadra da Policia em El Aaiún, Sahara Ocidental, foi transferido com vários presos do grupo de Gdeim Izik no dia 11 de Novembro para Salé Rabat no Reino de Marrocos.

Devido à tortura sofrida, teve que se manter numa cadeira de rodas durante o seu tempo de detenção em Salé 2 até ao dia 12 de Janeiro de 2011 quando o transferiram ao hospital Souissi Rabat onde ficou internado até ao dia 28 de Fevereiro 2011.

No regresso à prisão já podia andar mas devido à tortura e à sua condição de diabético e problemas de rins continuou com problemas de saúde graves e sem a assistência médica necessária.

A 31 de Outubro de 2011 todos os presos de Gdeim Izik iniciaram uma greve de fome que durou mais de um mês. No dia 2 de Dezembro de 2011 o Conselho do Direitos Humanos Marroquino negociou com os grevistas a libertação de Mohamed Ayoubi que era uma das principais reivindicações devido ao seu estado de saúde gravíssimo.

Leer más …Gdeim Izik – Mohamed Ayoubi em estado de saúde critico

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies