Resolução Conselho Segurança Nações Unidas: Declaração do porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Argélia

A Argélia toma nota da nova resolução sobre a questão do Sahara Ocidental que o Conselho de Segurança das Nações Unidas acaba de aprovar.

Nota com grande satisfação que esta resolução reafirma, uma vez mais, com clareza, no seu preâmbulo e na sua parte operativa, que não há outra solução para este conflito, do que aquela que garante o exercício pelo povo do Sahara Ocidental ao seu direito inalienável à autodeterminação.

Portanto, só pode dar o seu total apoio ao Conselho de Segurança ao Secretário-Geral e seu Enviado Pessoal para reviver, com uma nova dinâmica e um novo espírito, negociações com vista a alcançar uma solução política justa, duradoura e mutuamente aceitável que promova a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental.

Como só pode aderir ao apelo do Conselho de Segurança a ambas as partes no conflito, o Reino de Marrocos e Frente Polisario, para retomar as negociações, sem condições prévias e de boa fé, com vista a alcançar uma solução política justa, duradoura e mutuamente aceitável que permita a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental.

A este respeito, expressa a esperança de que a renovação do mandato da Minurso por um período de seis meses encoraje ambas as partes do conflito a participar, o mais rapidamente possível e sem demora, na quinta ronda de negociações que o Enviado Pessoal Secretário-Geral assumiu e em cuja organização está ativamente envolvido.

No que lhe diz respeito, como sempre fez, a Argélia, como Estado vizinho, continuará a dar todo o seu apoio aos esforços do Secretário-Geral e ao seu enviado pessoal, sua contribuição total para o sucesso dos seus esforços

Sex, 27 de abril de 2018 às 9:26, Abdallah Baali

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies