Para Key Bay: Polisario receia que a rota entre Tarfaya e Fuerteventura servem para exportação ilegal

Las Palmas, 01/28/17 (SPS)

A Polisário Frente através do seu vice-representante das Ilhas Canárias, Mohamed Said, expressou na sexta-feira a sua preocupação com a possibilidade de que a futura linha marítima que liga o porto marroquino de Tarfaya a Fuerteventura se va tornar uma “rota negra” para exportação ilegal de produto do Sahara Ocidental.

Em conferência de imprensa, segundo a EFE expedição, Said agradeceu o trabalho dos deputados do Parlamento Europeu em defesa do Sahara Ocidental e o cumprimento do acórdão do Tribunal de Justiça Europeia do último 21 de dezembro, que estabelece que os acordos comerciais entre a União Europeia e Marrocos não podem ser aplicados no território ocupado.
O Eurodeputado do grupo ecologista Equo, Florent Marcellessi, partido que junto da IUC, denunciou o último dia 14 a passagem do navio,”Key Bay” pelo porto de La Luz e Las Palmas com óleo de peixe a partir de El Aaiun para França, ele observou que o acórdão do tribunal europeu é “histórico”.

Reconhece-se que o território ocupado do Sahara Ocidental pertence a Marrocos e a comercialização dos seus produtos deve ser autorizada pelo povo saharaui, Marcellessi, que disse que o seu partido deu início a uma série de ações para assegurar o cumprimento indicada .

Leer más …

Denunciada empresa espanhola “Anfi Tauro” que saqueia a areia saharaui

playa_tauro_obras

Fonte: San Borondon – Notícias

Esta semana ficou conhecido que a empresa Anfi Tauro S.A. começou o transporte de areia de El Aaiun no Sahara Ocidental ocupado por Marrocos, para colocação na praia artificial Tauro, projecto desta empresa no município de Mogan (Gran Canaria). O primeiro navio transportou 4.500 toneladas e está prevista chegar às 50.000t.

A delegação saharaui para as Ilhas Canárias, depois de ouvir a notícia afirma que se trata de um ato criminoso e ilegal e que contribui para o saque dos bens do povo saharaui, como a pesca e a agricultura que o Tribunal Europeu de Justiça declarou ilegal no processo de 2015/10/12.

Recorde-se que Marrocos ocupa há 40 anos o território, sujeitando o povo saharaui a todos os tipos de atrocidades, prisão, tortura e desaparecimentos, sendo as dunas do qual provem esta areia o mais o lugar mais propício para enterrar cadáveres fazendo-os desaparecer, tal como denunciaram os ativistas Direitos Humanos na zona, e certamente os restos de muitos deles serão transportados na areia para reabastecer praias para o prazer e relaxamento de turistas cansados.

Leer más …

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies