Companhia de transporte de Bermuda sai do Sahara Ocidental

Western Sahara Resource Watch

Golden Ocean arrepende-se de cargar fosfatos do Sahara Ocidental e muda futuros contratos para evitar novos transportes do território ocupado.

A 30 de agosto de 2017, o navio da empresa Golden Ocean, o Golden Keen, saiu do porto de El Aaiún no Saara Ocidental com uma carga de aproximadamente 79.000 toneladas de fosfato, destinada ao porto de Baton Rouge, onde chegou em 14 de setembro. A rocha foi exportada pela empresa estatal marroquina OCP, que opera uma mina na parte do Sahara Ocidental que Marrocos mantém sob ocupação ilegal.

O dono da embarcação, a Golden Ocean Management AS, tem sede nas Bermudas e está cadastrada na NASDAQ e em Oslo.

“Agora temos uma política que excluímos o Sahara Ocidental nos novos contratos de frete”, disse o diretor executivo da Global Ocean, Birgitte Ringstad Vartdal hoje a um dos maiores jornais online da Noruega, Dagbladet.

Leer más …Companhia de transporte de Bermuda sai do Sahara Ocidental

O Supremo Tribunal da África do Sul entrega carrgemento de fosfatos roubados à Frente Polisario

O Supremo Tribunal da África do Sul publicou a decisão hoje sobre a carga de fosfatos transportados no navio “NM Cherry Blossom” que carregou nos territórios ocupados do Sahara Ocidental.

A carga que foi vendida pela OCS e pela Phosphtes de Bucraa empresas estatais marroquinas que explotam ilicitamente os fosfatos dos territórios ocupados do Sahara Ocidental a duas empresas (australiana e da nova Zelândia).

O navio que carregava 55000 toneladas de fosfato foi detido a 1 de Maio de 2017 quando aportou em Port Elisabeth na Africa do Sul.

Por um decisão emitida em 23 de fevereiro, o Tribunal Superior da África do Sul concluiu que: (1) A RASD “é o proprietário de toda a carga de fosfato atualmente carregada no navio NM Cherry Blossom” e (2) ” a propriedade do fosfato nunca foi legalmente investido “nas empresas estatais marroquinas OCP SA e Phosphates de Boucraa SA” e estas não tinham direito a vender o fosfato à “Ballance Agri-Nutrients Ltd.”

Leer más …O Supremo Tribunal da África do Sul entrega carrgemento de fosfatos roubados à Frente Polisario

Marrocos opta por perder 5 milhões de USD para evitar sentença

Segundo informação da Western Sahara Resource Watch , a empresa estatal marroquina OCP decidiu abandonar a defesa da carga mineral de conflito detida na África do Sul. O povo saharaui ganhou assim uma vitória de 5 milhões de dólares antes do julgamento sobre a propriedade do fosfato, ter iniciado.

A 1 de maio de 2017, o navio a granel NM Cherry Blossom foi detido em Port Elizabeth, durante uma paragem para reabestecer a caminho da Nova Zelândia. O navio continha 55.000 toneladas de fosfato dos territórios ocupados do Sahara Ocidental.

A ONU concluiu que qualquer exploração de recursos no Sahara Ocidental é ilegal se o povo saharaui não der o seu consentimento, assim como o estupilado no acórdão do Tribunal de Justiça da UE, em 21 de dezembro de 2016.

Marrocos, que ocupa ilegalmente partes do Sahara Ocidental desde 1975, e tem explorado e exportado fosfato deste território diariamente nos últimos 42 anos. Em 2016, Marrocos ganhou mais de 200 milhões de dólares com a exportação de fosfato do território.

Leer más …Marrocos opta por perder 5 milhões de USD para evitar sentença

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies