IV Comissão das Nações Unidas: Sahara Ocidental, autodeterminação como única alternativa

Nova Iorque (EUA) (SPS)

A Argélia argumenta “não há outra alternativa do que a autodeterminação”

O embaixador permanente da Argélia nas Nações Unidas, Sabri Boukadoum, afirmou no seu discurso na Quarta Comissão que a descolonização do Sahara Ocidental é “uma questão urgente e crucial para a estabilidade da região”, e reiterou que “não há alternativa ao respeito pelo exercício do direito à autodeterminação”.

“Para a Argélia, a resolução do conflito do Sahara Ocidental é uma questão urgente e crucial para a estabilidade, progresso e integração do Magrebe”, disse Boukadoum, antes de afirmar que é “deplorável que em 2017 ainda existem 17 países não autonomos – pendentes de descolonização “.

O diplomata argelino disse que “o status do Sahara Ocidental é inequívoco”, uma vez que é uma questão de “descolonização registrada na ONU há mais de 50 anos”.

“Todas as resoluções da ONU sobre o Sahara Ocidental adotadas pela Assembléia Geral e pelo Conselho de Segurança afirmam a natureza jurídica inequívoca do conflito, bem como a aplicação do princípio da autodeterminação”, disse Boukadoum.

Leer más …

Manipulação pró-marroquina na ONU: a Argélia exige explicações

Fonte: APS, 7 octubre 2017 – Por Yacine Ramdane  Foto: Aps  EIC . Poemario Sahara Libre

Manipulação pró-marroquina no trabalho da Quarta Comissão das Nações Unidas: a Argélia exige explicação à ONU que  removeu da web as notícias manipuladas e apresenta desculpas

A Argélia exigiu ontem explicações sobre as declarações dos peticionários sobre o Sahara Ocidental, distorcidas pelo serviço de imprensa da ONU, invocando uma possível manipulação destinada a desviar esta seção das Nações Unidas de sua missão de informar fielmente a opinião internacional.

“Pedimos que uma rectificação seja publicada no site das Nações Unidas e que o representante do Departamento de Informação Pública (DPI) compareça perante este Comitê para explicar o que aconteceu”, disse Mohamed Bessedik, Embaixador Adjunto da Argélia na ONU , durante o debate da Quarta Comissão de Descolonização.

Durante dois dias, o serviço acumulou uma série de derrapagens que prejudicam a sua credibilidade como órgão de informação de uma instituição multilateral como a ONU. “É seu dever explicar como esses erros foram cometidos”, acrescentou o diplomata argelino. O DPI deve, em sua opinião, “pedir desculpas” após o dano causado às pessoas afetadas. “É um erro cometido intencionalmente ou inadvertidamente?”, E mesmo inadvertidamente também é injustificável “, argumentou o diplomata.

Leer más …

IV Comissão das Nações Unidas: Solicitações de descolonização do Sahara Ocidental

Nova Iorque (EUA), 10/08/2017 (SPS)
Moçambique pede “ações concretas para permitir que o povo saharaui exerça o seu direito à autodeterminação”
O embaixador plenipotenciário de Moçambique junto das Nações Unidas, Carlos Costa, pediu em seu discurso ao Comitê de Descolonização, a realização de “ações concretas para o povo do Sahara Ocidental para exercer o seu direito à autodeterminação”.

“Garantir a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental, continua a ser o nobre objetivo da comunidade internacional, em especial das Nações Unidas e da União Africana”, disse o embaixador de Moçambique e afirmou que a “auto-determinação e liberdade” deve ser aplicada no caso do Sahara Ocidental.  Para Moçambique a “falta de progresso no processo de descolonização” do Sahara Ocidental é uma preocupante.

“Apelamos ao Conselho de Segurança, à Assembleia Geral e à comunidade internacional para implementar as suas próprias resoluções” e “apoiar os esforços da União Africana e do seu enviado especial, Joaquim Chissano, antigo Presidente de Moçambique”, disse Carlos Costa

Leer más …

4a Comissão da ONU chamada a visitar os territórios ocupados do Sahara Ocidental

Isabel Lourenço

Na sessão da quarta comissão para a descolonização das Nações Unidas que esta a decorrer entre 3 e 6 de Outubro, Isabel Lourenço, colaboradora do PUSL e membro da Fundación Sahara Occidental denunciou a situação vivida pelos presos politicos e chamou a atenção a responsabilidade da comunidade internacional que com o seu silêncio cúmplice e inacção é responsável pelo sofrimento do povo saharaui.

Após denunciar alguns dos crimes cometidos pelo Reino de Marrocos apelou à visita de uma missão da 4a Comissão aos territórios ocupados, como estipulado no mandato deste organismo.

Leer más …

ONU adota resolução reafirmando o direito do povo saharaui à autodeterminação

ag-onu

Nova York, 2016/10/11 (SPS) –

A Quarta Comissão da Assembleia Geral das Nações Unidas encarregada das Políticas Especiais e para a Descolonização, aprovou, esta segunda-feira, em Nova Iorque, uma resolução reafirmando o direito do povo saharaui à autodeterminação.

A resolução aprovada num debate geral sobre a descolonização que durou vários dias, reafirmou o apoio da Assembleia Geral da ONU ao processo de negociações iniciado pelo Conselho de Segurança com o fim de alcançar uma paz justa, duradoura e mutuamente aceitável que permita a solução autodeterminação do povo saharaui.

A resolução, apresentada por 26 países saudou os esforços do Secretário-Geral e do seu enviado pessoal para o Sahara Ocidental, Christopher Ross, para retomar as negociações, paralisadas desde 2012.

Leer más …

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies