IU exige que a UE “ouça” o TJUE e “reveja” todos os seus acordos comerciais com Marrocos para “acabar com a pilhagem” do povo saharaui

IU

iueuropa.org.- A deputada Paloma López acredita que as conclusões do procurador-geral, que se propõe invalidar o acordo de pesca com Rabat por incluir as águas do Sahara Ocidental, deixam claro que Bruxelas “não pode continuar a ignorar a realidade” e deve “parar de encobrir Marrocos e empresas que se enriquecem à custa dos recursos saharauis”.

A deputada da Esquerda Unida, Paloma López, acredita que “chegou o momento” para que a União Europeia “pare de ignorar a realidade” e “acate de uma vez por todas” as recomendações e julgamentos emitidos nos últimos dois anos pelo seu Tribunal de Justiça (CJUE), depois de o procurador-geral Melchior Wathelet ter concluído na terça-feira que o acordo de pesca com Marrocos é inválido, uma vez que inclui águas pertencentes ao Sahara Ocidental.

As conclusões de Wathelet sobre o acordo de pesca “são muito claras e diretas” e não fazem mais senão “subscrever o julgamento do próprio TJCE em dezembro de 2015“, quando foi declarado inválido outro acordo das mesmas características sobre produtos agrícolas. “O que o TJUE diz é que o Sahara Ocidental é um território diferenciado e autônomo de Marrocos e que qualquer acordo sobre os seus recursos não pode ter validade”, afirmou.

Leer más …

IU denuncia que Marrocos impediu a vice-presidente saharaui do Parlamento Pan-Africano a participar na COP22

izquierda-unida

Fonte: iueuropa.org

A euro deputada da Esquerda Unida, Paloma lopez denunciou à Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, que Marrocos impediu a saharaui e vice-presidente do Parlamento Pan-Africano, Sueilma Beiruk a participar na cimeira COP22 em Marraquexe.

Beiruk foi detida pela polícia marroquina no último 06 de novembro no aeroporto de Marraquexe, onde ela chegou com outros membros da delegação da União Africana para a cimeira do clima. Depois de várias horas, ela foi enviada para Casablanca de avião, onde também passou várias horas em espera até que ele finalmente foi expulsa do país. A delegação decidiu cancelar a sua participação em protesto contra o tratamento que o Reino de Marrocos deu à Parlamentar saharaui.

Lopez, que é vice-presidente do Intergrupo sobre o Sahara Ocidental do Parlamento Europeu, colocou uma pergunta parlamentar a chefe da diplomacia europeia perguntada se ela irá denunciar esses fatos, especialmente quando os países que compõem a União Africana são severamente expostos aos efeitos da mudança climática e que devido à actuação do Reino de Marrocos, não estarão representados.

Leer más …

IU denuncia tortura sistemática aos presos políticos saharauis de Gdeim Izik e expulsões arbitrárias por Marrocos

izquierda unida

Fonte: Esquerda Unitária Europa

A Eurodeputada da Esquerda Unida e vice-presidente do Intergrupo de solidariedade com Sahara Ocidental, Paloma López, denunciou através de quatro perguntas parlamentares à Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, novos episódios de tortura sistemática de dos presos políticos saharauis, mais expulsões arbitrárias por parte do Reino de Marrocos e aumento da repressão nos territórios ocupados contra os ativistas que lutam pela autodeterminação do povo saharaui.

Na primeira questão, Lopez informou Mogherini que desde que as autoridades marroquinas transferiram em agosto, os 21 presos políticos Gdeim Izik que aguardam um julgamento civil, estes têm sido vítimas de “contínuas violações dos seus direitos fundamentais “. As queixas já expostas à chefe da diplomacia europeia numa carta promovido pela deputada da IU e assinada por mais de vinte deputados no início deste mês, Lopez adiciona novas evidências para provar como os detidos estão a ser torturados pelos guardas prisionais, com a aprovação do diretor.

Leer más …

Paloma Lopez (IU): “Com a COP 22, Marrocos esconde a ocupação do Sahara atrás de um halo verde “

Paloma López, eurodiputada de Izquierda Unida
Paloma López, eurodiputada de Izquierda Unida

porunsaharalibre.org

Declaração de voto oral sobre na sessão plenária do Parlamento Europeu, de Paloma Lopez, deputada da Esquerda Unida (Espanha), acerca das propostas de resolução sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima 2016 (COP 22), em Marraquexe (Marrocos).

Paloma Lopez considera as propostas da UE para a COP22 de Marraquexe pouco ambiciosas e avisa sobre o uso propagandístico deste evento pelo regime marroquino.

A deputada também lembrou aos demais deputados que Marrocos, anfitrião da COP22, é responsável pela expulsão da MINURSO (missão da ONU para o Sahara Ocidental), missão que até hoje não está em seu pleno funcionamento, apesar das partes acordaram o retorno de todos os seus membros; É responsável pela quebra do cessar-fogo, assinado por Marrocos e a Frente Polisario em 1991 sob os auspícios das Nações Unidas; É responsável pela cruel repressão de manifestantes saharauis no Sahara Ocidental ocupado.

Leer más …

Lopez (IU) exige da UE um protesto oficial contra Marrocos pela repressão continua a activistas saharauis

IU
Paloma López, Deputada do Parlamento Europeu da Esquerda Unida

Fonte: iueuropa.org

A Eurodeputada da Esquerda Unida, Paloma Lopez, instou a Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, a apresentar um “protesto oficial” contra Marrocos pela “repressão constante” perpetrada contra grupos de activistas saharauis. A repressão, disse a vice-presidente do Intergrupo para o Sahara Ocidental, no Parlamento Europeu, que “tem vindo a aumentar à medida que os protestos crescem sobre uma situação que é insustentável e deve ser resolvido no âmbito das resoluções das Nações Unidas, ou seja, um referendo. “

Em duas perguntas parlamentares separadas, Lopez queixa-se, por um lado, dos “níveis de repressão inaceitáveis” que está a utiliza a força policial da ocupação marroquina para dissolver e reduzir qualquer tipo de demonstração ou manifestação organizada por saharauis e faz uma atualização da situação dos presos políticos, muitos deles em greve de fome durante semanas para exigir a sua libertação e um referendo no Sahara Ocidental.

Leer más …

Parlamento Europeu – Esquerda Unida denúncia situação estudantes e presos políticos saharauis em greve de fome e a expulsão de advogados internacionais

Foto: iueuropa.org
Foto: iueuropa.org

25 de abril de 2016, porunsaharalibre.org Fonte: Izquierda Unida Europa

Numa pergunta escrita, a vice-presidente do Intergrupo para o Sahara Ocidental e deputada da Esquerda Unida, Paloma Lopez, denunciou à Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, o estado de saúde critico dos estudantes saharauis na prisão de Oudaya, “a sua saúde está-se a deteriorar rapidamente devido às condições na prisão e à sua greve de fome iniciada a 23 de março para denunciar a sua situação. “

Paloma Lopez assinala os graves problemas de saúde dos estudantes, como já publicamos (http://porunsaharalibre.org/pt/2016/04/31o-dia-de-huelga-de-hambre-de-12-estudiantes-saharauis-detenidos/) “As condições de sua detenção não respeitam os direitos humanos”, denuncia Lopez, que apela á UE que atue para acabar com a impunidade das forças de segurança marroquinas e garantir que os direitos fundamentais dos saharauis sejam respeitados.

Leer más …

IU apoia as exigências do ministro dos Negócios Estrangeiros saharaui para “restabelecer e ampliar” o mandato da MINURSO

Bruxelas, 21 de abril de 2016

A deputada da Esquerda Unida, Paloma Lopez, apoiou o ministro dos Negócios Estrangeiros da  República Árabe Saharaui Democrática (RASD), Mohamed Salem Ould Salek, durante a sua visita quinta-feira a Bruxelas, onde se reuniu com os deputados que compõem o Intergrupo para o Sahara Ocidental. “Apoiamos há 25 anos a legítima reivindicação do povo saharaui. O Conselho de Segurança da ONU deve renovar o mandato da MINURSO e implementar sem demora um referendo para que o povo saharaui possa exercer o seu direito à independência “, disse a deputada.

A declaração de Lopez, vice-presidente do Intergrupo, foi feita no final de uma conferência de imprensa no Parlamento em que a deputada enfatizou que o novo mandato da Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sahara Ocidental deve ser acompanhado de uma missão de observação dos direitos humanos, algo que até agora não está  incluído.

Leer más …

IU envia seu apoio e solidariedade aos presos saharauis de Gdeim Izik durante sua greve de fome por tempo indeterminado

GUE1Fonte: GUE / NGL

Bruxelas, 02 de março de 2016

A eurodeputada da Esquerda Unida Paloma Lopez manifestou o seu “apoio e solidariedade” com os presos saharauis de Gdeim Izik, que cinco anos e meio após a sua detenção arbitrária pelas autoridades marroquinas na sequência do assalto ao acampamento Dignidade, deram início a um greve de fome indefinida para denunciar “as condições brutais de sua prisão e reivindicar  a sua liberdade e a do seu povo.”

“Os prisioneiros de Gdeim Izik foram condenados a penas de prisão que variam de 20 anos de prisão à prisão perpétua por um tribunal militar marroquino, ocupando o que é proibido pela 4a Convenção de Genebra e à Constituição do Reino Marrocos “, disse Lopez, que recordou que “os 23 ativistas que permanecem na prisão, hoje, a milhares de quilómetros do Sahara Ocidental “, o que representa “sofrimento adicional para as suas famílias “.

Leer más …

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies