Quatro destacados activistas saharauis de direitos humanos foram detidos pela policia marroquina

This post is also available in: Español (Espanhol)

13059492_1368314636518210_271610071_n22 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

Quatro destacados activistas de direitos humanos foram detidos pela policia marroquina à entrada de Guelmin, este fim de tarde.

Sidi Mohmed Dadach, presidente da CODAPSO, Hmad Hamad, vice presidente da CODAPSO, Bomba Lefkir e Feku Ibaihi iam visitar a familia de Brahim Saika, jovem sindicalista e activista saharaui que faleceu a 15 de abril em custodia policial.

À entrada de Guelmin no sul de Marrocos a policia deteve os activistas que foram postos numa furgoneta, estiveram detidos durante hora e meia e informados que estão proibidos de entrar e circular em Guelmin. Às 20h30 estavam já a regressar a El Aaiun, seguidos por um carro da policia.