izquierda unida

Fonte: Esquerda Unitária Europa

A Eurodeputada da Esquerda Unida e vice-presidente do Intergrupo de solidariedade com Sahara Ocidental, Paloma López, denunciou através de quatro perguntas parlamentares à Alta Representante da União para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, novos episódios de tortura sistemática de dos presos políticos saharauis, mais expulsões arbitrárias por parte do Reino de Marrocos e aumento da repressão nos territórios ocupados contra os ativistas que lutam pela autodeterminação do povo saharaui.

Na primeira questão, Lopez informou Mogherini que desde que as autoridades marroquinas transferiram em agosto, os 21 presos políticos Gdeim Izik que aguardam um julgamento civil, estes têm sido vítimas de “contínuas violações dos seus direitos fundamentais “. As queixas já expostas à chefe da diplomacia europeia numa carta promovido pela deputada da IU e assinada por mais de vinte deputados no início deste mês, Lopez adiciona novas evidências para provar como os detidos estão a ser torturados pelos guardas prisionais, com a aprovação do diretor.

Ela também dá informação sobre a expulsão de Marrocos em 20 de Outubro de Claude Mangin, cidadã europeia e mulher de Naama Asfari, preso saharaui, impedindo que o pudesse visitar. Além disso, Lopez afirma que, apesar de Marrocos a 18 de Outubro notificar este grupo de prisioneiros que os seus recursos de 2013 -contra a sentença irregular de um tribunal militar, foram aceites – “permanecem em detenção e não temos nenhuma informação” sobre quando será o novo julgamento.

Mangin, no entanto, não foi a única expulsão de cidadãos europeus por parte do Reino de Marrocos em outubro. No dia 24, as autoridades marroquinas expulsaram a correspondente francesa Camille Lavoix, que estava a fazer uma reportagem sobre a cidade Saharaui de Dakhla. Neste caso, denunciado por Lopez outrna pergunta, é adicionado a expulsão dos ativistas e pesquisadores Bascos Carlos Martin Beristain e Arantza Chacón dez dias antes, que não pºuderam acessar os territórios ocupados, onde deveriam a participar na conferência cont ara impunidade e a ocultação da verdade, organizado pela Associação saharaui das Vítimas de violações dos Direitos Humanos.

Numa terceira questão, Lopez alerta para “uma escalada de repressão e tortura de activistas saharauis” nos territórios ocupados, as cargas policiais constantes sendo especialmente graves contra os saharauis desempregados em protesto em El Aaiun e Smara. Lopez explica, “a 25 de Outubro dezenas de feridos extrema seriedade resultaram das cargas policiais”.

Finalmente, a vice-presidente do Intergrupo de solidariedade com o Sahara Ocidental, denunciou a situação de um grupo de estudantes detidos na prisão Oudaya cumprindo oito meses de prisão espancados e torturados, sem julgamento uma vez que esse já foi adiado várias vezes.

Nas quatro perguntas López pediu uma condenação da UE à violação sistemática dos direitos humanos, expulsões e repressão a que são submetidos por Marrocos os presos políticos saharauis e o todo do povo saharaui, que durante quatro décadas sofre a brutalidade da força de ocupação marroquina. Também apela para o referendo de independência do povo saharaui , legítima reivindicação apoiada pelas resoluções da ONU. Além disso, recorda à UE os as cláusulas referentes aos direitos humanos, incluídas nos acordos comerciais com Marrocos e que pede que sejam suspensos, na evidência da violação.

 

IU-Europa: Expulsión de Claude Mangin y situación de los presos de Gdeim Izik by porunsaharalibre.org on Scribd

 

IU-Europa: Expulsión de activistas y periodistas europeos de los TTOO del Sáhara Occidental by porunsaharalibre.org on Scribd

 

IU-Europa: Represión a manifestantes saharauis por parte del Reino de Marruecos by porunsaharalibre.org on Scribd

 

IU-Europa: Juicio a los estudiantes saharauis de la prisión de Oudaya by porunsaharalibre.org on Scribd

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies