tesis-academica-sahara-occidentalFonte: Representação da Frente Polisário para o Brasil

Duas teses acadêmicas relacionadas com a questão do Sahara Ocidental foram investigadas e defendidas por estudantes das faculdades de Relações Internacionais e Ciências de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais PUC; e da Universidade Estadual de Punta Grosa, respectivamente, como estudos de final de curso universitário.

A “Cobertura Mediática e Hegemônica internacional: o Sahara Ocidental, no Le Monde e no New York Times” foi o ema dos estudantes de Relações Internacionais, Natalia Carrusca e Bruno Oliveira; o “Sahara Ocidental: o saque dos recursos naturais em conflito com a soberania permanente dos povos à luz do direito à autodeterminação” foi o tema, para o qual o advogado Bruna Godoy recebeu a mais alta pontuação do júri universitário por excelência acadêmica.

As diferentes dimensões do conflito Sahara/ Marrocos, estão sendo temas de crescente interesse na comunidade científica no Brasil nos últimos anos, o que reforça a centralidade do processo de descolonização do Sahara Ocidental e a luta do seu povo pela autodeterminação e independência no sectores acadêmicos naquele país.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies