Congresso Nacional Africano reafirma apoio ao povo saharaui na sua luta pela independência

Fonte: SERVIÇO ALGÉRIE PRESSE

JOHANNESBURG – O secretário-geral do Congresso Nacional Africano (ANC), Gwede Mantashe reafirmou o apoio “inabalável” do seu partido ao povo saharaui na sua luta para recuperar o seu território ocupado por Marrocos desde 1975, relata a SPS, a agência de notícias saharaui na segunda-feira .

Durante uma reunião com o Presidente saharaui, Brahim Ghali, que terminou no domingo uma visita à África do Sul, o Sr. Mantashe argumentou que “África não será livre, enquanto um país Africano está ocupado por outro, em flagrante violação do Acto Constitutivo a União Africana”.

O SG do ANC apela ao “Reino de Marrocos para se retirar do Sahara Ocidental” e “em conformidade com as resoluções da legitimidade internacional” de forma a” permitir ao povo saharaui exercer o seu direito à autodeterminação e independência”.

Quanto ao pedido de Marrocos para aderir à União Africana, o Sr. Mantashe disse que “Marrocos não pode aderir à UA, a menos que se compromete a respeitar a Carta da União Africana.”

O secretário-geral do ANC também pediu o lançamento de uma campanha internacional para proteger os recursos naturais do povo saharaui e boicotar Marrocos e empresas estrangeiras que operam nos territórios ocupados do Sahara Ocidental.

O Presidente da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), também secretário-geral da Frente Polisario, Brahim Ghali, fez uma visita de trabalho de três dias na África do Sul, a convite do seu homólogo sul-Africano, Jacob Zuma.

O Chefe de Estado foi acompanhado nesta visita pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Mohamed Salem Ould Salek; Ministro da Cooperação, Bulahi Sid; Secretário de Estado da Segurança e da Documentação, Brahim Ahmed Mahmoud; a secretária-geral da União Nacional das Mulheres Saharauis, Fatma Elmehdi; a Vice-Presidente do Parlamento Africano, Sra Suilma Beiruk e Abdati Breika, Assessor do Presidente da República saharaui.