Um observador norueguês continua retido no aeroporto de Casablanca

This post is also available in: Español (Espanhol)

Os dois observadores internacionais de nacionalidade norueguesa expulsos do Sahara Ocidental tiveram acesso a comida e água após a intervenção da embaixada Norueguesa junto das autoridades marroquinas.

Foi lhes dito que iam ser transportados para Agadir e Marrakech para regressarem ao seu país.

Diego A Vaula Foss já está em segurança e fora de Marrocos, mas Hans Inge Alander continuava ao final da tarde de hoje no aeroporto de Casablanca.

Recordamos que os observadores ficaram retidos neste aeroporto na noite de dia 25 de Janeiro. Hans Inge Alander está assim há dois dias nesta situação.

O observadores que tinham participado no julgamento de Gdeim Izik, acreditados pela FUSO e membros da ONG changemaker, são o exemplo do desrespeito absoluto de Marrocos pelos direitos humanos.