Várias activistas saharauis foram violentamente atacadas na sexta-feira dia 21 de Abril, em frente da casa de Sultana Khaya em Bojador, pelas forças de ocupação marroquinas.

As activistas que gritavam palavras de ordem pela autodeterminação do Sahara Ocidental e saída imediata de Marrocos do território (que ocupa ilegalmente e à força desde 1975) exibiam bandeiras da República Árabe Saharaui Democrática.

De imediato das forças marroquinas investiram contra as mulheres tendo ferido gravemente a Sra. Mina Baali no maxilar.

Este é apenas mais um exemplo da repressão diária em todas as cidades do Sahara Ocidental ocupado.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies