Esta entrada también está disponible en: Español (Espanhol) English (Inglês)

Um grupo de uma dezena de jovens saharauis desempregados da associação Alkasam (Promessa) realizaram hoje um protesto exigindo o direito ao trabalho.

Para conseguir manifestar-se o grupo subiu ao alto de um depósito de abastecimento de água, na Av. Meka em El Aaiun. Passaram duas horas antes que as autoridades de ocupação marroquinas conseguiram retirar à força os manifestantes.

Após terem sido obrigados a descer do depósito os jovens foram mal tratados pela polícia e levados à comissária. Os jovens foram sujeitos a identificação e interrogatório prolongado.

As manifestações de jovens desempregados Saharauis têm se multiplicado no último ano com acções de protesto criativas de resistência não violenta. Nos territórios ocupados o desemprego afecta quase todos os saharauis uma vez que os colonos marroquinos têm sempre primazia no acesso ao trabalho.

Num território de extrema riqueza a população saharaui é votada a um apartheid político, social e económico e ao empobrecimento forçado.