Esta entrada también está disponible en: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- Esta manhã foi posto em liberdade o preso politico saharaui Ali Saadoni após ter ter cumprido a sentença imposta em 2016.

O conhecido activista saharaui foi detido devido à sua continua e persistente luta pacifica pela autodeterminação do Sahara Ocidental.

Saadoni pertence a um grupo de jovens saharauis que se recusam a ter a nacionalidade marroquina.

Durante o periodo de detenção Saadoni foi vitima de tortura, maus tratos, negligência médica e forçado a estar numa cela com doentes infecto-contagiosos.

Realizou várias greves de fome de protesto contra esta situação que foram denunciadas às instâncias internacionais.

PUSL transmite a Saadoni e seus familiares os melhores desejos de uma rápida recuperação das sequelas físicas e psicológicas resultantes deste duro e injusto encarcelamento.