PUSL.- De acordo com as últimas informações dadas à PUSL, Mohamed Bourial, que está a cumprir uma sentença de 30 anos, será transferido da prisão de Bouzakarn para Tiflet1.

Tiflet1 é conhecido como uma das piores prisões do Marrocos, onde muitos presos só saem de lá num caixão, muitas vezes referida como o Guantánamo de Marrocos.

Em 7 de maio, Bourial foi transferido da prisão de Kenitra para Tiflet2, onde estava em confinamento prolongado num bloco com criminosos entre eles prisioneiros com problemas psiquiátricos e foi atacado por um desses prisioneiros com uma faca.

No dia 11 de julho, ele foi transferido da prisão de Tiflet2, a quase 1300 quilômetros de El Aaiún para Bouzakarn por um período de 60 dias, mas permaneceu lá por 93 dias.

Mohamed Bourial tem dois filhos menores e pediu para ser transferido para Bouzakarn para que seus filhos pudessem visitá-lo.

A família informou agora que lhe disseram que amanhã seria transferido para uma das piores prisões de Marrocos.

Maître OULED a sua advogada disse o PUSL que Bourial disse que se ele fosse transferido para Tiflet, começaria uma greve de fome ilimitada, pois mesmo se tendo já suportado o pior, a prisão de Tiflet continua a ser o guantánamo marroquino, onde a vida dos prisioneiros está diariamente em jogo.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies