lavanguardia.com.- A Frente Polisario decidiu denunciar novamente perante o Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE) o acordo comercial entre Marrocos e a União Europeia aprovado na última quarta-feira pelo Parlamento Europeu, incluindo os territórios sahsrauís.

Num comunicado divulgado hoje pela agência oficial de notícias SPS, a Polisario alertou que a batalha pela preservação dos recursos naturais saharauis “será um factor de pressão decisiva para o ocupante marroquino”.

“A batalha será travada nos órgãos judiciários e executivos da Europa, que não reconhece a suposta soberania de Marrocos sobre o Sahara Ocidental, como declarado no seu último acórdão sobre o acordo comercial ilegal entre Marrocos e a UE”, sublinhou a Polisario.

“Com esse acordo, a UE legitimou o saqueio flagrante dos recursos naturais do Sahara Ocidental ocupado”, acrescentou.

Na passada quarta-feira, o PE aprovou em Estrasburgo (França) por uma grande maioria que a União Europeia alarga as tarifas comerciais preferenciais ao Sahara Ocidental ao mesmo nível que se aplica a Marrocos.

A Polisario considera que este acordo viola sentenças emitidas pela Justiça Europeia em 2016 e 2018, quando concluiu que os territórios saharauis são “separados” e “distintos” de Marrocos e que não fazem parte da soberania do Reino de Marrocos.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies