Comunidade saharaui e movimentos de solidariedade participaram numa acção contra os MUROS

This post is also available in: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- No último sábado, a comunidade saharaui e os movimentos de solidariedade participaram numa ação contra os MUROS, na praça Saint Michel, em Paris.

Esta ação foi lançada pela ONG palestina “Stop the Wall”, que teve a adesão de mais de 400 organizações, redes e movimentos ao redor do mundo para UM MUNDO SEM MUROS ” Da Palestina ao México, todos os muros devem cair”.

A comunidade saharaui e associações amigas exibiram fotos do maior muro de separação do mundo, o muro de vergonha construído pelo ocupante marroquino, com 2720 km de comprimento que divide os territórios ocupados do Sahara Ocidental dos territórios liberados.

O objetivo desta ação foi

  • Educar o público sobre os efeitos devastadores dos muros nas nossas vidas;
  • Criar vínculos entre as vítimas dos muros e os movimentos que lutam contra esses muros;
  • Derrubar os muros que exploram, discriminam, oprimem e expulsam
  • Punir todos que se beneficiam com os muros

As imagens dos muros colocadas na praça provocaram reações de surpresa e condenação dos transeuntes. Foram distribuídos mais de mil folhetos e emitidas duas músicas contratos muros: “Destroy the Wall”, de Dominique Grange, e “Los muros” da cantora saharaui Aziza Brahim.