Prémio Nobel Alternativo y prémio Rafto agredidos em El Aaiun por autoridades marroquinas

This post is also available in: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- No sábado dia 11 de Janeiro 2020, Aminetu Haidar activista saharaui de direitos humanos recentemente galardoada com o Premio Nobel Alternativo e Mohamed Dadach activista saharaui e prémio RAFTO para os direitos humanos foram agredidos em El Aaiun, territórios ocupados do Sahara Ocidental, por agentes das autoridades marroquinas de ocupação.

Os activistas foram agredidos quando iam entrar na casa de Ghalia Djimi e Dafa Ahmed activistas de direitos humanos saharauis onde se ia realizar uma reunião às 14h00 para analisar o recente congresso da Frente Polisário celebrado no mês passado nos território libertados do Sahara Ocidental.

No momento da agressão já se encontravam mais de uma dezena de activistas dentro da casa.

Assim que chegaram Aminetou Haidar e Mohamed Dadach e outros activistas vários agentes das autoridades marroquinas de ocupação tanto em uniforme como em roupas civis bloquearam a porta da casa e proibiram a entrada.

Um dos agentes à paisana começou a empurrar, agredir e insultar Aminetou Haidar e também atacaram Mohamed Dadach e Brahim Sabar.

A agressão provocou lesões aos dois activistas, Mohamed Dadach ao nível da perna e Aminetou Haidar na cervical.

No twitter da activista Aminetu Haidar pode-se ler: “Aqui está o torturador marroquino que me agrediu esta tarde em El Aaiun ocupado, está a cumprir as ordens dos funcionários membros do regime expansionista marroquino, disfrutando de impunidade total. ¡MINURSO mais de 29 anos sem um mandato para monitorizar os direitos humanos!”

O direito de livre circulação, expressão e associação foi mais uma vez violado de forma flagrante.

A MINURSO (missão das Nações Unidas para o Sahara Ocidental) que prontamente acudiu a um protesto contra a realização do Rally Africa Eco Race não apareceu neste momento nem em tantos outros quando as autoridades de ocupação maltratam, torturam e sequestram civis saharauis.