Jovem ativista saharaui em protesto em Smara em cima de torre de água

This post is also available in: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- O jovem ativista saharaui Mohamed Saluki começou hoje, às 10 horas, um protesto no topo de uma torre de água na cidade de Smara, territórios ocupados no Sahara Ocidental. Passados poucos minutos, polícia, agentes de inteligência e colonos começam a juntar-se e a ameaçar o Sr. Saluki. Ao inicio da tarde um grupo de deputados marroquinos acercou-se prometendo-lhe trabalho e o Sr. Saluki saiu do lugar de protesto.

O Sr. Saluki é conhecido como um estudante muito ativo durante o seu período na Universidade em Marrocos, onde participou em protestos não violentos pela causa saharaui e pelos direitos dos estudantes.

No seu regresso aos territórios ocupados do Sahara Ocidental, à cidade de Smara, conseguiu trabalhar apenas por um curto período, devido ao contínuo assédio das autoridades de ocupação marroquinas.

Atualmente desempregado, ele protesta contra o assédio das autoridades que o impedem de ganhar o seu sustento.

O protesto do Sr. Saluki é mais uma evidência e resultado do regime de apartheid do ocupante marroquino que coloca a população saharaui em empobrecimento forçado, enquanto os colonos marroquinos desfrutam não apenas de trabalho, mas também de beneficios salariais e fiscais mais altos em comparação com as condições em Marrocos.

One Reply to “Jovem ativista saharaui em protesto em Smara em cima de torre de água”

Comments are closed.