Esta entrada también está disponible en: Español (Espanhol) English (Inglês)

Bir Lehlu, 13 de novembro de 2020 (SPS) -. A secção política do Exército de Libertação do Povo Saharaui informou esta noite que vários locais inimigos foram atacados pelos nossos bravos combatentes ao longo do muro da vergonha marroquino, em resposta à violação do acordo de cessar-fogo assinado entre as duas partes em conflito, a Frente Polisário e o Reino de Marrocos.

De acordo com um comunicado do Ministério da Defesa Nacional, um destacamento do Exército de Libertação do Povo Saharaui respondeu de forma feroz e repeliu o ataque inimigo, ao mesmo tempo que conseguiu proteger e salvaguardar os grupos da sociedade civil saharaui que se encontravam no local.

Esta sexta-feira de manhã, Marrocos atacou civis saharauis e as suas forças abriram três brechas no muro da humilhação e da vergonha na região de Guergarat em clara violação do acordo de cessar-fogo assinado entre as duas partes em conflito, abortando assim qualquer solução para o processo de paz da ONU-UA.

Em resposta a este acto covarde, a Frente POLISARIO declara guerra a Marrocos e, assim, entra numa nova e decisiva etapa na luta pela liberdade, dignidade e soberania