Esta entrada también está disponible en: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- A Associação de Solidariedade e pela Autodeterminação do Povo Saarauí (Asaaraui) realizou esta manhã um protesto em frente à Embaixada do Marrocos pelo fim da ocupação ilegal do território do Saara Ocidental e das agressões a civis, que se intensificaram há dez dias.

Organizações sindicais, partidos políticos e movimentos populares aderiram ao protesto: Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), o Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz), o Comitê Anti-imperialista General Abreu e Lima, o Centro Brasileiro de Estudos da Saúde (Cebes), o Juntos, o Sindicato dos Servidores da Assistência Social e Cultural do DF (Sindsacs), e os partidos PT, PSOL, PCdoB, PCB e UP.