Equipe Media e CODESA relatam a prisão do jovem saharaui Youssef Bougharioune, Ahmed Al-Gargar, Ali Wadan e Nasrallah Al-garhi.

Youssef Bougharioune, um conhecido estudante e ativista saharaui, foi detido pela polícia marroquina na terça-feira, 15 de dezembro, em El Aaiun. No momento da sua detenção , não foi informado das acusações contra ele, e a sua família não recebeu informações sobre seu paradeiro. Quando estava sob custódia das forças de ocupação, foi espancado, insultado e ameaçado. Posteriormente, foi transferido para Agadir, onde foi interrogado novamente sem a presença de seu advogado. Foi libertado em Agadir no sábado, dia 19, com julgamento marcado para o dia 21. A família de Bougharioune queixa-se de que durante todo o tempo em que esteve detido não lhes foi permitido visitar o jovem.

Por sua vez, Ahmed El Gargar, Alí ​​Wadan e Nasrallah Al Garhi foram detidos a 14 de novembro de 2020 após uma manifestação pacífica de um grupo de civis saharauis que exigiam o direito do povo saharaui à autodeterminação e independência, facto que levaram a repressões policiais, buscas e campanhas generalizadas de sequestros e detenções de jovens estudantes saharauis. Estes jovens saharauis estiveram detidos em detenção arbitrária ilegal durante mais de 25 dias, durante os quais foram sujeitos a severos interrogatórios policiais e tortura na prisão local da ocupação de El Aaiún.

Ahmed El Gargar, Alí ​​Wadan e Nasrallah Al Garhi foram julgados no último dia 9 no Tribunal de Primeira Instância da Câmara Criminal do Tribunal de Recursos de El Aaiun, que emitiu condenações de dois anos contra os jovens.

Refira-se que Ahmed Al-Garkar tem problemas cognitivos, facto que não foi tido em consideração pelo tribunal no que se refere à condenação do jovem saharaui à prisão.

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies