Amnisty International lança campanha para a ativista saharaui Sultana Khaya

This post is also available in: Español (Espanhol) English (Inglês)

PUSL.- A ativista saharaui Sultana Khaya e vários membros da sua família estão sob prisão domiciliar de facto há meses na sua casa em Boujdour, Sahara Ocidental. As autoridades ainda não apresentaram nenhuma acusação contra ela. Os agentes dos serviços de segurança estão regularmente posicionados em frente da sua casa, evitando que a família saia de casa e outras pessoas, incluindo parentes, os visitem. Em várias ocasiões, Sultana Khaya e a sua família foram atacadas fisicamente pela polícia quando tentavam sair de casa, resultando em ferimentos graves para Sultana Khaya e a sua irmã. As autoridades devem suspender imediatamente a prisão domiciliar arbitrária de Sultana Khaya e da sua família.

Ver relatório em inglês:

MDE2938152021ENGLISH