PUSL.- Malainine Massik, um jovem saharaui ativo no movimento saharaui de desempregados, realizou uma manifestação pacífica na última sexta-feira, 2 de abril, em El Aaiun, quando foi raptado pela polícia de ocupação marroquina que o maltratou, assediou sexualmente e o ameaçou.

Como pode ser visto no vídeo, o Sr. Massik segurava uma placa pedindo justiça para o caso do seu irmão. Massik exige há vários anos uma investigação sobre a morte de Mohamed Ali Massik, que foi vítima de negligência médica intencional em setembro de 2016.

Meia hora depois de Massik iniciar o seu protesto pacífico, a polícia de ocupação marroquina em trajes civis chegou e levou-o à força para dentro de um carro da polícia.

O Sr. Massik foi vítima de insultos, ameaças, assédio sexual e busca brutal. Por mais de meia hora, o Sr. Massik foi “interrogado” pela polícia.

O Sr. Malainine Massik foi ameaçado não só com estupro, mas também de uma falsa acusação criminal. Os agentes da ocupação marroquina disseram claramente que iriam fabricar falsas provas e um falso processo criminal contra ele se ele não parasse de protestar e continuasse com as suas atividades relacionadas com a investigação da morte do seu irmão e o movimento de desempregados.

Ver mais: https://porunsaharalibre.org/?lang=pt-pt&s=massik

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies