Esta entrada también está disponible en: Español (Espanhol) English (Inglês)

Gaborone (Botswana) – sadrembw.net.- A Secretária-Geral do Partido Popular do Botswana (BPP), Sra. Nono Kgafela-Mokoka, reafirmou a posição firme do seu partido em solidariedade com o legítimo direito do povo do Sahara Ocidental à liberdade e independência, durante a sua visita de hoje à Embaixada saharaui em Gaborone.

A Sra. Kgafela-Mokoka, que foi recebida na Embaixada pelo Embaixador saharaui no Botswana, S.E. o Sr. Malainin Mohamed, transmitiu uma mensagem pessoal do Presidente do BPP, Sr. Motlatsi Molapisi, na qual sublinhou “o firme apoio do BPP à total independência e liberdade do Sahara Ocidental”, disse ela.

Ela acrescentou que “Marrocos, a força ocupante, deve compreender que não podemos, como defensores dos princípios panafricanistas, aceitar a persistência da ocupação ilegal de um país africano por outro país africano irmão. Esta ocupação deve simplesmente terminar, agora”.

Do seu lado, o Embaixador saharaui agradeceu ao seu convidado pela visita e expressou a gratidão da República Saharaui ao Governo e ao povo do Botswana pela posição de princípio que o seu país sempre concedeu à República Saharaui durante décadas.

Agradeceu também ao BPP pela “posição histórica e de princípio”, e recordou que “o apoio à luta legítima do povo saharaui pela liberdade é de facto um dever panafricanista para com todos os africanos, e não deve ser considerado como sendo da responsabilidade exclusiva dos governos”.

“A luta legítima saharaui pela liberdade e independência é uma luta por um direito humano e popular fundamental que todos os povos devem normalmente apoiar e identificar, independentemente das suas nacionalidades, filiação política ou qualquer outro motivo”, disse o embaixador Malainin.

As duas partes trocaram opiniões sobre as melhores formas de desenvolver e apoiar relações panafricanas mais fortes entre as nações africanas, a fim de contribuir para a realização da agenda da União Africana em todo o continente.

O Partido Popular do Botswana, foi formado em Dezembro de 1960 durante a era colonial para se tornar o primeiro partido de massas a exercer pressão para a plena independência do país. É um partido social-democrata e pan-africanista, e é agora membro da principal coligação da oposição, a Umbrella for Democratic Change (UDC).