13 presos políticos saharauis em greve de fome há 17 días numa prisão marroquina

12823054_1326062737410067_1534125209_o

17 de março de 2016 – porunsaharalibre.org

13 prisioneiros políticos saharauis e activistas de direitos humanos, do grupo conhecido por Gdeim Izik, entraram em greve de fome no passado dia 1 de Março, perfazendo hoje 17 dias sem ingerir qualquer alimento.

Recordamos que o grupo de Gdeim Izik foi detido em 2010 após o brutal desmantelamento do acampamento de protesto pacifico que reuniu dezenas de milhares de saharauis no arredores de El Aaiun, capital dos territórios do Sahara Ocidental, ocupados desde 1975 por Marrocos.

Até ao momento nenhum membro da administração da prisão ou outro representante das autoridades marroquinas os contactou.

Segundo comunicado do comité de apoio aos presos políticos, o quadro clinico dos 13 saharauis está a deteriorar-se rapidamente.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Forças de ocupação marroquinas reprimem uma manifestação pacífica de desempregados saharauis

ki_1ElAaiun (territórios ocupados), 16/032016 (SPS)

Forças de ocupação marroquinas, formadas por forças auxiliares e agentes de segurança à paisana dispersaram, ontem, violentamente uma manifestação pacífica organizada pela Coordenadora de Desempregados Saharauis na cidade de El Aaiun (capital do Sahara Ocidental ocupado).

A intervenção das forças de repressão provocou várias vítimas, incluindo Kalzum Tamek, que sofreu de desmaios e perdeu a consciência devido aos espancamentos e também Hamadi Al-Bakari, Mahaju Lahweimad, Mohamed Mouloud Mansur Mohamed Beibat e Zein Al-Abidin Yaya.

A Coordenadora de Desempregados Saharauis “vê com preocupação a crescente repressão contra todas as actividades pacíficas e civis organizados pelos desempregados saharauis e afirmou que continuam a reivindicar os seus legítimos direitos e ao mesmo tempo, a solidariedade com todos os presos políticos saharauis, em especial com os membros do grupo de Gdeim Izik que estão em greve de fome, exigindo das autoridades marroquinas a sua libertação imediata e incondicional “.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Ban no irá viajar a Marrocos após a recente decisão do Governo de Rabat

Ban-Ki-moon

Fonte: WRadio

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, decidiu por marcha atrás ao seus planos de viajar a Marrocos, após as recentes medidas anunciadas pelo Governo de Rabat, algumas ações,  que segundo ele disse hoje, dificultarão as actividades da missão da ONU no Sahara Ocidental.

Nações Unidas, 16 mar (EFE) .- O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, decidiu por marcha atrás ao seus planos de viajar a Marrocos, após as recentes medidas anunciadas pelo Governo de Rabat, algumas ações,  que segundo ele disse hoje, dificultarão as actividades da missão da ONU no Sahara Ocidental.

“Neste momento não está planeada nenhuma viagem do Secretário-Geral a Marrocos”, disse o porta-voz de Ban, Stephane Dujarric aos jornalistas, que no final de fevereiro tinha divulgado a intenção do diplomata sul-coreano visitar o país para dar seguimento à sua recente viagem aos campos de refugiados saharauis.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>