Os recentes desenvolvimentos no Sahara Ocidental representam uma ameaça para a estabilidade regional

logoFonte: Oxfam, 29 de março de 2016

As partes envolvidas devem voltar à mesa de negociação e trabalhar para resolver o conflito de 40 anos

A Oxfam, organização humanitária e de desenvolvimento expressou hoje a sua profunda preocupação que os recentes acontecimentos podem exacerbar as tensões no Sahara Ocidental e colocar a região à beira de um conflito armado. Estes desenvolvimentos incluem a expulsão do Sahara Ocidental de 73 forças de paz civis e o encerramento do posot de ligação de Dakhla para a missão de paz no Sahara Ocidental.

A Oxfam apela aos governos para que reafirmem o papel e a manutenção do mandato da missão depaz das Nações Unidas no Sahara Ocidental e para incentivar todas as partes para regressar urgentemente à mesa de negociações. A Oxfam ecoa o apelo da ONU para uma resolução política justa e duradoura aceitável para todas as partes, incluindo o direito à autodeterminação do povo do Sahara Ocidental.

Desde o início do conflito, em 1975, muitos refugiados saharauis vivem em campos de refugiados perto de Tindouf, na Argélia. Nos últimos 40 anos. a Oxfam prestou assistência humanitária nestes campos

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

França apoia a continuação da missão da MINURSO no Sahara

Francia-MINURSO-continuar-mision-Sahara_EDIIMA20160329_0690_4

Fonte: ElDiario.es

O ministro francês dos Negócios Estrangeiros e Desenvolvimento Internacional, Jean-Marc Ayrault, expressou hoje o apoio do seu país à renovação do mandato da Missão da ONU para o Sahara Ocidental (MINURSO), criticado nas últimas semanas por Marrocos.

“A posição da França é a mesma de sempre. Somos a favor da MINURSO para levar a cabo a sua missão “, disse Ayrault durante uma conferência de imprensa em Argel com o seu homólogo argelino, Ramtan Lamamra.

“Temos dialogado nas últimas semanas para que o relacionamento entre os parceiros regionais, especialmente Marrocos e a ONU, seja calma”,  acrescentou o chefe da diplomacia gala, chamando a questão saharaui de “delicada” e “difícil”.

Semanas atrás, Marrocos decidiu retirar parte dos seus efetivos da MINURSO em resposta à visita do secretário-geral Ban Ki-Moon, realizada no início de março aos campos onde os refugiados saharauis vivem há 40 anos, no oeste da Argélia.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Reunião de Consultiva de alto nível entre os governos da Argélia e da RASD

12924614_1545033302457308_6574272740402897194_n

Argel, 27/03/16 (SPS)

A capital da Argélia foi a anfitriã este domingo de uma reunião de alto nível entre o primeiro-ministro da Argélia, Abdelmalek Sellal, e o seu homólogo da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), Abdelkader Taleb Omar.Esta reunião inseriu-se no âmbito de consultas entre os dois estados, informaram fontes diplomáticas argelinas.

De acordo com a mesma fonte participaram nesta reunião, por parte dos saharauis os membros do Secretariado Nacional da Frente Polisario e o governo saharaui.

Por parte da Argélia participaram nesta reunião, o Ministro de Estado e Ministro das Relações Exteriores e Cooperação Internacional, Ramtane Lamamra; o Vice-Ministro da Defesa Nacional e Chefe do Estado Maior do Exército Nacional do Povo, o brigadeiro-general Ahmed Gaid Salah e o ministro dos Negócios do Magrebe, União Africano e da Liga Árabe, Abdelkader Messahel.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>