Após 37 dias os prisioneiros do grupo de Gdeim Izik suspendem temporariamente a sua greve de fome

12823054_1326062737410067_1534125209_o

Salé (Marrocos), 2016/05/04 (SPS)

O comité de acompanhamento da greve dos prisioneiros de Gdeim Izik anunciou em comunicado que “após 37 dias de greve de fome com as consequências conhecidas para a grave deterioração da estado de saúde de todos os prisioneiros, a greve de fome foi temporariamente suspensa “.

Segundo a declaração “os prisioneiros suspenderam temporariamente a sua greve de fome “, a pedido das famílias dos prisioneiros; o povo saharaui; organizações internacionais de direitos humanos e da Associação Marroquina de Direitos Humanos e para salvar as vidas dos prisioneiros.  e o compromisso assumido pelo Estado marroquino, através do Conselho Marroquino de Direitos Humanos numa reunião realizada terça-feira em que prometeram o pleno respeito de todos os seus direitos como presos políticos “.

“Declaramos a suspensão temporária da nossa greve de fome até atingir a nosso principal reivindicação a libertação incondicional”, diz o comunicado.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>