Brahim e Hassan Daoudi acusados de insultar um funcionário da prisão

daoudi7 de julio de 2016, porunsaharalibre

Brahim e Hassan Daoudi foram hoje presentes a tribunal com a acusação de insulto a um funcionário da prisão de Ait Melloul, onde se encontra detido o seu pai, Mbarek Daoudi.

Como noticiado ontem (https://porunsaharalibre.org/pt/2016/04/omar-e-hassan-daoudi-detidos-durante-13-horas-por-tentar-levar-comida-ao-pai/) os filhos de Mbarek Daoudi pretendiam entregar alimentos ao seu pai, mas forma impedidos pelos funcionários da prisão, ao protestar contra situação foram levados para a esquadra da policia onde foram submetidos a interrogatório durante 13 horas.

Hoje dia 7 de Abril, pelas 9h00 os jovens foram presentes ao Juiz que os informou que são acusados de insulto a um funcionário e que o julgamento terá lugar no próximo dia 21 de Abril, em Inzegan/Agadir.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Ataque selvagem de colonos marroquinos a jovem saharaui

agresion

7 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

Na noite de 6 de Abril de 2016, Hamadi Slaima Aidan, foi atacado de forma selvagem por colonos marroquinos na cidade de Smara nos territórios ocupados do Sahara Ocidental

Os colonos marroquinos nos territórios ocupados têm aumentado significativamente os ataques a cidadãos saharauis sob a protecção das forças de ocupação que incitam os mesmo a cometer actos criminosos.

Lembramos o caso do jovem Mohamed Haidala (https://porunsaharalibre.org/?s=haidala) cujos atacantes e responsáveis pela sua morte continuam impunes.

Também os meios do comunicação social marroquinos incitam à violência com artigos em que divulgam mentiras sobre activistas saharauis, como foi o caso recente de Nazha El Khatiri, jovem membro de CODAPSO

Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Pergunta Escrita à Comissão Europeia de Miguel Viegas no Parlamento Europeu

12939520_1357373880945619_613727586_n7 de abril de 2016, porunsaharalibre.org

Miguel Viegas, Deputado do Partido Comunista Português no Parlamento Europeu

Expulsão da missão MINIURSO

6 Abril 2016

O pessoal das Nações Unidas presente no Sahara Ocidental através da missão MINURSO recebeu ordem de expulsão no passado dia 20 de Março por parte das autoridades de Marrocos que ocupa o território ilegalmente desde 1975.

Esta tomada de decisão foi tomada na sequência da visita que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, realizou na região onde usou a palavra “ocupação” para caracterizar a situação.

Com esta tomada de decisão, pode estar em risco o cessar-fogo que vigora desde 1991, data em que Marrocos se comprometeu com a realização de um referendo que nunca foi realizado.

Pergunto à Alta Representante como avalia este caso e que consequência terá mais esta ilegalidade ao nível dos vários acordos existentes entre Marrocos e a UE.

*

Read more

Ayúdanos a difundir >>>