Marrocos impede visita de deputados espanhóis ao Sara Ocidental

2016051314293694151

Fonte: e-global.pt

Uma delegação composta por cinco deputados espanhóis da Galiza, dos partidos PP, BNG, PSOE, Alternativa Galega de Esquerda e “Grupo Mixto”, juntamente com quatro membros de uma associação galega de solidariedade com o povo sarauí, foi impedida, esta sexta-feira, pelas autoridades marroquinas de sair do avião no aeroporto de Laayoune, no Sara Ocidental controlado por Marrocos. Tendo sido imediatamente ordenada a expulsão da delegação para a Gran Canária, de onde era proveniente o avião.

Segundo a responsável da delegação, Montse Prado, os deputados pretendiam “inteirar-se da situação dos Direitos Humanos” no Sara Ocidental sobre controlo marroquino. No entanto, antes da deslocação, os deputados informaram o Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol que alertou a delegação que não lhes garantia o acesso ao Sara Ocidental.

De regresso à Gran Canária a delegação galega foi recebida no aeroporto pela ativista sarauí Aminatou Haidar assim como pelo conselheiro da Cooperação Institucional e Solidariedade da Gran Canária, Carmelo Ramírez. Na ocasião a deputada Monset Prado qualificou a atitude marroquina de “grave” e declarou que “o território de Laayoune funciona como uma prisão onde os direitos humanos são violados diariamente”. Prado criticou também a postura de “indiferença” Governo espanhol alegando que se um caso semelhante ocorresse noutro local do mundo provocaria um incidente diplomático.

Read more

Ayúdanos a difundir >>>