O povo saharaui celebrou o décimo aniversário da revolta de Independência

Pueblo Saharaui

Shaheed El Hafed, 21/05/16 (SPS)

O povo saharaui comemorou sábado, o XI aniversário da Revolta da Independência, a revolta em que os cidadãos saharauis expressarem a sua rejeição à ocupação marroquina.

A revolta histórica a 21 de maio de 2005 abalou os alicerces da ocupação marroquina, as massas saharauis de El Aaiun tomaram as ruas da capital ocupando-a com bandeiras saharauis e faixas com palavras de ordem que exigiam o direito de autodeterminação e independência.

A revolta foi uma forte resposta à comunidade internacional pela sua demora e falta de execução da legitimidade e uma resposta clara às reivindicações do regime marroquino e sua política de intransigência e obstrução a uma solução do conflito dentro do quadro legal para a determinação do povo saharaui.

A este respeito, e por ocasião do aniversário, o Ministério dos territôrios ocupadas e Comunidades no Exterior, afirmou numa declaração que o povo saharaui lembra esta data importante no nosso recente processo revolucionário como o são o 10 de Maio de 1973, a Fundação da Frente POLISARIO, o braço político da Revolução saharaui e o 20 de maio de 1973, provocando a luta armada no Sahara Ocidental e 21 de Maio de 2005, no sahara ocidental ocupado na capital e restante áreas em resposta ao apelo da liderança política da POLISARIO, as massas saharauís sairam em à rua manifestações com bandeiras rejeitando o regime de ocupação marroquino e a inatividade da Organização das Nações Unidas para acelerar o exercício do nosso povo à auto-determinação e independência.

A luta pela independência durante estes 11 anos colheu muitos sucesso na sua contínua batalha contra a ocupação marroquina.

O Ministério dos Territórios Ocupados enfatiza na sua declaração que o levantamento e luta pela Independência, lançado pelas massas a 21 de Maio de 2005, é outro confronto pacifico aberto contra o inimigo uma forma de resistir e recuperar o direito do povo saharaui à liberdade e independência.

Ayúdanos a difundir >>>