Governo saharaui denuncia precipitação e intransigência de Marrocos (comunicado)

frente polisarioChahid Elhafed, 30 julho de 2016 (SPS)

A Frente Polisario e o governo saharaui denunciaram fortemente a intransigência e política precipitada que caracterizou o discurso do Rei de Marrocos, responsabilizando Marrocos pelos contínuos obstáculos aos esforços da comunidade internacional para encontrar uma solução justa e duradoura para o conflito no Sahara Ocidental, indicou um comunicado do Ministério de informação.

Em reação ao discurso do rei Mohammed VI, o Governo saharaui e a Frente Polisario apelaram às Nações Unidas a assumir plenamente as suas responsabilidades através do exercício de pressão e as sanções necessárias sobre o estado de ocupação marroquino em conformidade com os princípios internacionais da legalidade internacional e evitar risco de uma escalada de tensão na região.
Exigiram a intervenção urgente do Conselho de Segurança da ONU para abordar as ações de Marrocos e implementar a sua mais recente resolução sobre o regresso da componente civil da MINURSO para que possa exercer plenamente os seus deveres e fixar um calendário para a organização do referendo de autodeterminação para o povo saharaui. Read more

Ayúdanos a difundir >>>