Detenção de dois jornalistas de de Equipe Media em Guelmin

arton2312-717c0

Fonte: Equipe Media, El Aaiún, Sahara Occidental ocupado

Sexta-feira 30 de setembro de 2016, às 14 h:. 5 horas estamos sem notícias dos nossos colegas jornalistas Said Amidan e Brahim Laajail.

Os dois jornalistas da Equipe Media, estudantes em Agadir, viajando a bordo de um autocarro Supratours (uma subsidiária da empresa nacional marroquina ONCF), no percurso -Agadir El Aaiun.

Estavam de regresso à faculdade para o início do ano lectivo. Said está no segundo ano de Direito Privado e Brahim Laajail licenciado em Sociologia, está no segundo ano de Direito Público.

Ás 14 h., Said enviou uma mensagem de texto para Ahmed Ettanji, presidente da Equipe de Media, para informar que a polícia marroquina os deteve no autocarro no posto de controle a sul de Guelmim (sul de Marrocos) e que foram levados para a sede da polícia da cidade. Ao telefonar em resposta ao seu sms, o telefone tocou sem haver resposta.

Leer más …Detenção de dois jornalistas de de Equipe Media em Guelmin

Presos de Gdeim Izik vitimas de maus tratos

gdeim izik

Fuente: Familiares Presos Políticos Gdeim Izik

Os presos políticos de Gdeim Izik que foram transferidos para a prisão El Arjat no passado dia 31 de Agosto são vitimas de maus tratos desde a sua chegada segundo informação dos familiares do presos.

No passado dia 21 de Setembro as suas celas foram objecto de rusga com destruição dos poucos objectos e roupa que lhes é permitido ter nas celas exíguas onde se encontram, durante a busca os guardas mal trataram os presos políticos.

Ontem, 23 de Setembro os presos Hussein Zawi e Cheikh Banga tiveram que ser assistidos de urgência devido a ataques de asma violentos.

Nas celas onde estão detidos não existem camas apenas, uns blocos de cimento que de manhã estão cheios de humidade chegando a escorrer água. Esta situação agrava significativamente o estado de saúde dos presos políticos que se encontram bastante debilitados.

Leer más …Presos de Gdeim Izik vitimas de maus tratos

Marrocos acusa Israel, esquecendo os mesmo crimes que comete no Sahara Ocidental

salaheddine-mezouar

22 de setembro de 2016, porunsaharalibre.org

No discurso de meia hora Salaheddine Mezouar, Ministro de Negócios Estrangeiros de Marrocos referiu a contribuição de Marrocos para as Missões de Paz das Nações Unidas, o processo do Sahara Ocidental citando o discurso do Rei e acusou Israel de vários crimes no processo da Palestina, crimes esses que são exactamente o que Marrocos pratica no Sahara Ocidental. Referiu ainda que Marrocos é o país que dá valor aos direito humanos realizando um sem número de iniciativas e workshops para sensibilizar e alcançar o desenvolvimento nesse domínio.

Foi clara a mensagem dirigida ao Conselho de Segurança quando Mezouar listou as contribuições de Marrocos para as várias missões de paz da ONU, sem nunca referir a expulsão por parte de Marrocos dos funcionários da MINURSO, mas realçando a quantidade de elementos marroquinos que contribuem para outras missões de paz, deixando uma ameaça velada das consequências possíveis caso Marrocos deixe de contribuir.

Leer más …Marrocos acusa Israel, esquecendo os mesmo crimes que comete no Sahara Ocidental

UA emite comunicado sobre pedido oficial de adesão de Marrocos

31421-img_1827

22 de setembro de 2016, porunsaharalibre.org

Segundo comunicado oficial publicado hoje no site da União Africana, Marrocos solicitou oficialmente à adesão à União Africana.

Taieb Fassi Fihri, conselheiro do rei de Marrocos para os Assuntos de Exteriores do Reino de Marrocos informou ontem em Nova Iorque durante um encontro bilateral que teve com a Presidente da Comissão da UA, Dra. Nkosazana Dlamini Zuma que uma carta oficial com o pedido de adesão tinha sido entregue nesse mesmo dia em Adis Abeba Etiópia, na sede da UA.

Na reunião bilateral que teve lugar à margem da 71º Assembleia Geral da ONU, a Dra. Zuma informou o conselheiro do rei de Marrocos, que os tramites estabelecidos pelo Acto Constitutivo da UA irão ser iniciados e os estados membros da UA informados do pedido de adesão.

Leer más …UA emite comunicado sobre pedido oficial de adesão de Marrocos

Jornalista saharaui detido e assediado pelas autoridades de ocupação

periodista-abrabou-badi

22 de setembro de 2016, porunsaharalibre.org

Dia 22 de Setembro o jornalista saharaui Abrabou Badi foi detido pelas autoridades marroquinos que o interrogaram durante varias horas acabando por ser libertado no final da noite.

Badi ia filmar o testemunho do seu irmão Mustafaa Almarufi que tinha sido violentamente espancado pelas forças de ocupação.

Almarufi é professor num instituto em El Aaiun e tem salários em atraso. Ao protestar junto do director marroquino do instituto exigindo os seus direitos as forças de ocupação investiram selvaticamente.

O apartheid politico, economico e social a que são sujeitos os saharauis nos territórios ocupados agrava-se diariamente com o empobrecimento forçado da população.

Leer más …Jornalista saharaui detido e assediado pelas autoridades de ocupação

Vários presidentes e chefes de Estado apelaram à aceleração do processo de descolonização do Sahara Ocidental

descolonizacion

23 de setembro de 2016 por porunsaharalibre

Nova York, 22/09/2016 (SPS)

Na 71ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que teve lugar hoje na sede da ONU em Nova York, converteu-se uma plataforma para a defesa da luta do povo saharaui e apelos para que seja acelerado o processo de descolonização no Sahara Ocidental, através da garantia do povo saharaui ao seu direito inalienável à autodeterminação e independência através de um referendo livre, justo e transparente sob os auspícios da ONU.

Várias intervenções de presidentes e chefes de Estado que participam nesta sessão chamram a atenção para a situação perigosa prevalecente no Sahara Ocidental, se a situação não evoluir no processo de descolonização da última colónia de África.

O tema desta 71ª Sessão da Assembléia Geral, “Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: impulso universal para transformar nosso mundo”, foi destacado por vários oradores, que disseram que “não se pode alcançar o desenvolvimento sustentável sem alcançar as aspirações da povos à liberdade e independência “.

Leer más …Vários presidentes e chefes de Estado apelaram à aceleração do processo de descolonização do Sahara Ocidental

Organizações internacionais pedem à ONU para velar pela situação dos presos políticos saharauis

onu-ginebra

Genebra (Suíça), 21/09/2016 (SPS)

Duas organizações internacionais, IFOR e ISMUN, pediram ontem às Nações Unidas para velar pela situação dos presos políticos saharauis em prisões marroquinas, durante os seus discursos na 33ª Sessão Conselho de Direitos humanos da ONU, que hoje terá lugar em Genebra, Suíça.

Neste contexto, a Sociedade Internacional da Reconciliação (IFOR) transmitui na sua declaração ao Conselho, a sua “profunda preocupação com a situação dos presos políticos saharauis do grupo de Gdeim Izik que foram condenados a penas severas e arbitrários que atingem a cadeia perpétua, salientando que todos os membros deste grupo são ativistas de direitos humanos e membros da comissão de diálogo nomeados pelos particpantes no acampamento de Gdaim Izik “.

Leer más …Organizações internacionais pedem à ONU para velar pela situação dos presos políticos saharauis

Na ONU Rei de Espanha ignora responsabilidade sobre o Sahara

rey

21 de setembro de 2016, porunsaharalibre.org

No seu discurso de Felipe VI na LXXI Assembleia Geral das Nações Unidas, o monarca teve a capacidade de ignorar por completo a situação actual do povo saharaui que é consequência direta do posicionamento vergonhoso de Espanha desde 1884 até ao dias de hoje, passando por um processo de descolonização que não foi terminado e os acordos tripartidos de Madrid, acto ilegal que entregou de bandeja um povo inteiro ao reino de Marrocos para ser vitima de genocídio.

Logo no terceiro paragrafo e referindo-se aos refugiados que chegam à Europa, o Rei diz que a Carta das Nações Unidas e a carta de São Francisco são “a luz para os olhos das crianças nos campos de refugiados, e a mães que protegem seus filhos na travessia do Mediterrâneo e que tanto nos comovem; É a esperança daqueles que perderam entes queridos em desastres naturais ou causados pelo homem, daqueles que defendem os direitos humanos e da dignidade comum e são, assim, perseguidos, vítimas do terrorismo em todas as suas formas desprezíveis.”

Infelizmente não sente a mesma comoção pelas crianças e mães dos campos de refugiados saharauis que nunca visitou apesar de serem fruto da acção direta de Espanha.

Leer más …Na ONU Rei de Espanha ignora responsabilidade sobre o Sahara

Refugiados saharauis necessitam de 121 milhões de Euros para sobreviver um ano mas UE dá 195 milhões euros a Marrocos para operações de maquilhagem

14407742_1491102190906120_209481647_n21 de setembro de 2016, porunsaharalibre.org

A UE dá 195 milhões de euros a Marrocos para programas de “apoio” ao “desenvolvimento democrático” que são atribuídos aos mesmos organismos que torturam, sequestram e violam todos os que emitem opinião contrária ao regime, em particular no caso da população saharaui nos territórios ilegalmente ocupados desde 1975.

Por outro lado as agências humanitárias das Nações Unidas anunciaram numa reunião na segunda-feira em Argel que as necessidades básicas dos refugiados saharauis para o ano 2016/2017 estão estimadas em mais de $ 135 milhões de dólares (cerca de 121 milhões de Euros) em diversos sectores vitais.

Mais uma vez é evidente a hipocrisia da comunidade internacional que atribui mais apoio a quem ocupa, mata e tortura do que a quem vive em condições extremas devido à incúria de décadas e crime de cumplicidade com o regime ocupante por parte dessa mesma comunidade internacional.

Leer más …Refugiados saharauis necessitam de 121 milhões de Euros para sobreviver um ano mas UE dá 195 milhões euros a Marrocos para operações de maquilhagem

As agências das Nações Unidas estimam as necessidades urgentes dos refugiados saharauis, em mais de 135 milhões de dólares

viviendas-campamentos-consecuencia-medicos-mundo_ediima20151021_0900_4-jpg_1718483346

Argel, 21/09/2016 2016 (SPS)

As agências humanitárias das Nações Unidas anunciaram numa reunião na segunda-feira em Argel que as necessidades básicas dos refugiados saharauis para o ano 2016/2017 está estimada em mais de $ 135 milhões em diversos setores vitais.

Na reunião foi abordada a situação humanitária dura nos acampamentos saharauis, especialmente após as recentes chuvas torrenciais que atingiram os campos em outubro do ano passado e agosto deste ano, o que causou danos consideráveis às infraestruturas e habitação da população .

Neste contexto, foi pedido na reunião aos doadores para acelerar a entrega desse montante para atender às necessidades básicas dos refugiados, em particular os relacionados com a água, alimentos, habitação, educação, saúde e outros setores sociais.

Leer más …As agências das Nações Unidas estimam as necessidades urgentes dos refugiados saharauis, em mais de 135 milhões de dólares

O Dia Internacional da Paz e o Sahara Ocidental

dia-internacional-de-la-paz

21 de septiembre de 2016, porunsaharalibre.org

O Dia Internacional da Paz foi proclamado em 1981 pelas Nações Unidas, 10 anos antes da assinatura do cessar-fogo entre a Frente Polisario e Marrocos, mas hoje mais que nunca e dadas as múltiplas e graves ameaças e violações de Marrocos a paz está seriamente ameaçada no Sahara Ocidental.

Num mundo onde a NATO e os EUA são factores de promoção da instabilidade através do incremento do militarismo, novas, mais sofisticadas armas, incluindo nucleares, instalação de novas forças e meios militares, na Europa e, um pouco, por todo o Mundo, e a inúmeras operações de ingerência e de desestabilização contra Estados soberanos, as guerras de agressão e ocupação sucedem-se, tanto no Médio Oriente, como na Ásia Central, em África, o conflito do Sahara Ocidental passa despercebido.

Leer más …O Dia Internacional da Paz e o Sahara Ocidental

Uso de cookies

porunsaharalibre.org utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies