Ministra marroquina cancela reunião à última hora com responsável da ONU

mbarka-bouaidaFuente: noticias.terra.es

A Ministra Delegada das Relações Exteriores de Marrocos, Mbarka Buaida, que tinha agendado para hoje, reunir com o chefe das operações de manutenção da paz da ONU, Herve Ladsous, dependente da Secretaria-Geral, cancelou a sua reunião no último momento.

No entanto, “não há crise na Secretaria-Geral”, disseram à Agência Efe fontes diplomáticas marroquinas, referindo-se a recentes confrontos entre o seu país e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, por causa do Sahara Ocidental, que incluiu uma enorme manifestação contra Ban nas ruas de Rabat, em março passado.

De acordo com a fonte, o cancelamento da visita deeve-se ao facto que a ministra está no cargo após as eleições de 7 de Outubro, e como tal “não tem direito a receber personalidades estrangeiras”, uma medida que entrou em vigor hoje mesmo. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Espanha e Comunidade Internacional causam emergência humanitária nos campos de refugiados saharauis

recortes21 de outubro de 2016, porunsaharalibre.org

O CVS (Crescente Vermelho Saharaui) alertou quinta-feira para o declínio e queda da cesta básica de refugiados saharauis.

De acordo com um comunicado divulgado hoje, o CVS está preocupado com a queda da cesta de refugiados saharauis, desde o início deste mês, causando uma redução de 50% da taxa mensal para o mês de novembro, se não houver uma ajuda urgente.

A principal causa desta situação trágica é o atraso até hoje da contribuição do Governo espanhol para 2016.

O Crescente Vermelho saharaui apelou ao governo espanhol para liberar a sua contribuição para o Programa Mundial de Alimentos para evitar uma situação catastrófica. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

João Ferreira, Eurodeputado do PCP questiona Comissão Europeia sobre presos políticos saharauis do grupo Gdeim Izik

João Ferreira, Eurodiputado PCP

João Ferreira, Eurodiputado PCP

21 de octubre de 2016, porunsaharalibre.org

João Ferreira, Eurodeputado do PCP (Partido Comunista Português) questionou dia 19 de Outubro a Comissão Europeia sobre as condições de detenção dos presos políticos saharauis do grupo Gdeim Izik.

Na pergunta que dirigiu à Comissão Europeia indaga sobre as condições de detenção, e quais as diligências que a CE tomou ou pretende tomar em relação a esta matéria.

Ferreira, refere o facto dos presos terem sido transferidos sem conhecimento prévio, nem informação às famílias da prisão de Sale 1 para a prisão de El Arjat no passado dia 31 de Agosto. Informa ainda sobre as a falta de condições da celas e a enorme distância (mais de 1200km) que tem que ser percorrida pelas famílias o que impossibilita a visita. Read more

Ayúdanos a difundir >>>