Salek Lbalal Hadda “Batal”, activista saharaui, detido e presente a tribunal pelo ocupante marroquin

Salek Lbalal Hadda "Batal"Fonte: Equipe Media

El activista saharaui de derechos humanos Salek Lbalal Hadda “Batal” fue detenido el viernes pasado en la ciudad de Smara.

O activista saharaui de direitos humanos Salek Lbalal Hadda “Batal” foi detido na sexta-feira na cidade de Smara

Esta manhã foi apresentado perante o Tribunal de Primeira Instância sob a acusação de participação em manifestações e realização de atividades políticas. Estas são as mesmas acusações que foram feitas contra outros membros da Frente Polisario em Smara.

Fontes locais disseram a Equipe Media que as autoridades de ocupação assediam Batal desde 2009 tendo o activista ordens de captura sem ele saber as acusações e foi detido várias vezes. Desde então, tem o seu passaporte com proibição de uso, no entanto Batal explicou que no ano passado, quando renovou o seu bilhete de identidade não foi preso apesar dos supostos mandatos e de na renovação de um cartão de identidade, se as pessoas têm mandatos de captura serem automaticamente detidas. Salek Batal apresentou vários protestos contra os abusos sofridos pelo ocupante marroquino.

As mesmas fontes também acrescentaram que as autoridades de ocupação marroquinas afirmam que Salek Batal tem vindo a financiar jovens que organizam manifestações contra a ocupação em Smara ocupada.

Ayúdanos a difundir >>>