Universidades brasileiras acolhem teses acadêmicas sobre o Sahara Ocidental

tesis-academica-sahara-occidentalFonte: Representação da Frente Polisário para o Brasil

Duas teses acadêmicas relacionadas com a questão do Sahara Ocidental foram investigadas e defendidas por estudantes das faculdades de Relações Internacionais e Ciências de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais PUC; e da Universidade Estadual de Punta Grosa, respectivamente, como estudos de final de curso universitário.

A “Cobertura Mediática e Hegemônica internacional: o Sahara Ocidental, no Le Monde e no New York Times” foi o ema dos estudantes de Relações Internacionais, Natalia Carrusca e Bruno Oliveira; o “Sahara Ocidental: o saque dos recursos naturais em conflito com a soberania permanente dos povos à luz do direito à autodeterminação” foi o tema, para o qual o advogado Bruna Godoy recebeu a mais alta pontuação do júri universitário por excelência acadêmica.

As diferentes dimensões do conflito Sahara/ Marrocos, estão sendo temas de crescente interesse na comunidade científica no Brasil nos últimos anos, o que reforça a centralidade do processo de descolonização do Sahara Ocidental e a luta do seu povo pela autodeterminação e independência no sectores acadêmicos naquele país.

Ayúdanos a difundir >>>