Direção da FCSH-UBI cede a pressões da embaixada de Marrocos e proibe conferência sobre o Sahara Ocidental

conferenciaA conferência “Sahara Ocidental: a luta pela autodeterminação de um povo” anunciada na semana passada a realizar no próximo dia 6 de Dezembro na Universidade da Beira Interior, Covilhã foi proibida pela Presidência da FCSH-UBI após ter recebido no dia 2 de Dezembro um e-mail com uma carta em anexo da Embaixada do Reino de Marrocos, assinada pela embaixadora marroquina, que continha várias declarações políticas sobre a questão do Sahara Ocidental da perspectiva oficial do Reino de Marrocos.

Segundo o que se pode ler no comunicado do Núcleo de Estudante CPRI-UBI: “A justificação dada ao NECPRI-UBI pela Presidência da FCSH-UBI, referia que esta pretendia não criar um conflito institucional de Estado que colocasse a UBI nos órgãos de comunicação social”.

A Direção da FCSH-UBI foi ainda mais longe e enviou uma carta com um pedido de desculpa à Embaixada de Marrocos.

Os organizadores estão neste momento a tentar encontrar um local alternativo para a realização da conferência, no mesmo dia e hora na cidade da Covilhã.

Porunsaharalibre participante da conferência através da colaborada Isabel Lourenço que também é membro da Fundación Sahara Occidental, lamenta profundamente a decisão da Presidência da FCSH-UBI que reflete um ato de autocensura e de desconhecimento profundo do tema do Sahara Ocidental e dos estatuto legal deste território não autónomo cuja ocupação ilegal por Marrocos é amplamente documentada pelas Nações Unidas, pelo tribunal internacional e no último acórdão do Tribunal Europeu de Justiça, data de Dezembro de 2015.

Este facto ainda é mais lamentável tratando-se de umaFaculdade de Ciências Sociais e Humanas.

UBI: Comunicado Sobre o adiamento da Conferência “ Sahara Ocidental: a luta pela autodeterminação de um pov… by porunsaharalibre.org on Scribd

Ayúdanos a difundir >>>