Brasil faz doação humanitária à Argélia

Fonte: Agência de Notícias Brasil-Árabe

Governo brasileiro destinou R$ 1,2 milhão para a compra de alimentos no país árabe, no Sudão do Sul e no Haiti. Recursos são da Agência Brasileira de Cooperação.

São Paulo – A Agência Brasileira de Cooperação (ABC) doou R$ 1,2 milhão ao Programa Mundial de Alimentos (PMA) para ser repassado à Argélia, ao Sudão do Sul e ao Haiti. A verba tem como objetivo garantir a compra de alimentos a pessoas necessitadas nos três países.

Em nota, o PMA destaca que a Argélia abriga refugiados do Saara Ocidental e que o programa enfrenta desafios para fornecer alimentos a essa população. O Sudão do Sul passa por uma crise política e uma grave guerra civil, enquanto o Haiti sofre com as consequências da passagem de um furacão em outubro, que afetou dois milhões de pessoas.

O site do PMA lembra que a Argélia tem abrigado refugiados do Saara Ocidental desde 1975. Estes refugiados estão alocados em cinco campos próximos à cidade de Tindouf, na Argélia ocidental. O clima desértico do local limita as possibilidades de que a população possa plantar seus alimentos, fazendo com que fiquem dependentes de ajuda humanitária para a sobrevivência.

O PMA representa atualmente a principal fonte de alimentos para estes refugiados no país árabe. O programa distribui 90 mil cestas de alimentos por mês, além de 35 mil cestas de produtos suplementares na Argélia.

A composição das cestas doadas pode variar, mas geralmente inclui cereais, como arroz e cevada; grãos, como lentilhas, feijões e grãos de bico; além de açúcar, óleos vegetais, farinha de trigo e alimentos variados.

Ayúdanos a difundir >>>