O nosso crime é ter um país rico

Sidi Abdallahi Abahah, um dos presos politicos saharauis do grupo de Gdeim Izik, afirma que o único crime de que podem ser acusados é serem filhos de um território riquíssimo.

“Temos tudo: fosfatos, pesca, petróleo, lençois de água, praias, sol, vento e minérios por explorar. A nossa riqueza é a maldição do nosso povo”.

Abahah foi condenado a prisão perpétua em 2013 por um tribunal militar, vitima de torturas extremas e sequestro por parte das autoridades de ocupação marroquina.

Um dos 21 presos, um dos 24 acusados.

Ayúdanos a difundir >>>