Polisário partilha a preocupação do Secretário-Geral das Nações Unidas sobre a situação actual na região El Guergarat no Sahara Ocidental

Bir Lahlou, (territórios libertados), 26/02/17 (SPS)

A Frente POLISARIO disse no domingo que “partilha a preocupação do Secretário-Geral da ONU sobre a situação actual na região de El Guergarat no Sahara Ocidental e apoia o seu apelo para o respeito pelo espírito e letra do cessar-fogo em vigor desde 1991 como parte da implementação do plano de paz da ONU e da OUA, cujo objectivo continua a ser a realização de um referendo sobre a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental “.

A Frente POLISARIO reiterou num relatório divulgado hoje que a situação em El Guergarat não é um episódio isolado e “não havia estradas na época de estabelecimento do cessar-fogo, nem tráfego comercial entre o muro de ocupação marroquina e a fronteira com a Mauritânia. A existência de tal tráfego hoje, é uma violação do estatuto do território e do cessar-fogo “.

“A decisão de Marrocos hoje em recuar as suas tropas algumas centenas de metros, perto de El Guergarat é uma cortina de fumaça que não esconde o desprezo de Rabat pelo direito internacional, a sua obstinação e rejeição de quase três décadas de aplicação das resoluções do Conselho de segurança e da Assembléia Geral sobre o Sahara Ocidental “. Read more

Ayúdanos a difundir >>>