Processo Gdeim Izik, novo julgamento a 13 de Março

Devido à gravidade do processo Gdeim Izik e ao iminente risco de nova condenação dos 24 activistas de direitos humanos saharauis, que já estão a cumprir penas de 20 anos a prisão perpétua apesar da evidência da sua inocência, confirmada pela anulação do julgamento anterior, apelamos ao envio URGENTE de cartas a António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas e Federica Mogherini, Alta Comissária dos Negócios Estrangeiros da UE.

O Julgamento Político de Activistas Pacíficos Saharauis pela Autodeterminação do Sahara Ocidental que prossegue no próximo dia 13 de Março, reveste-se de total ilegalidade perante a lei nacional marroquina e todas as convenções e acordos subscritos por Marrocos. Os artigos do código penal mencionados na acusação, apresentada pela Procuradoria Geral do Rei, incluem a possibilidade de Pena de Morte. Read more

Ayúdanos a difundir >>>