O preso politico Mohamed Yazza em situação de saúde critica

O preso politico saharaui Mohamed El Hafed Yazza enviou uma carta aberta à Adiministração Geral das Penitenciárias de Marrocos exigindo uma cela individual devido ao seu estado de saúde.

O preso politico saharaui, que cumpre uma pena de 15 anos, encontra-se detido na prisão de Taroudant numa cela superlotada com presos de delito comun.

As celas superlotadas das prisões marroquinas não cumprem nenhum dos requisitos do estandarte mínimo das Nações Unidas, não têm arejamento, os presos fumam e as paredes escorrem água.

A violência é diária e o controle de cada cela está a cargo de um “chefe” que tem o apoio dos guardas. El Hamed Yazza sofre de asma, e outros problemas de saúde graves, resultantes de torturas e maus tratos que foi sujeito e às várias greves de fome que realizou desde a sua detenção em 2008. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Julgamento de activistas saharauis em Dahkla

Hamdi Mohamed Haddad, Hicham Maaief, Ahmed Hmaiada e Alfarah Ahmed, foram condenados ontem a um mês de prisãopelo tribunal de primeira instância de Dahkla, cidade ocupada do Sahara Ocidental.

As autoridades marroquinas detiveram os catro jovens no inicio do mês após terem participado em manifestações pacíficas pela autodeterminação do Sahara Ocidental.

A onda de detenções de activistas não tem parado nos últimos meses, com aumento de detenções abitrárias e sequestros em plena luz do dia, em cafés e outros locais públicos.

O aumento de repressão deve-se ao número elevado de protestos e formas de luta não violenta que se multiplicam nas principais cidades dos territórios ocupados, El Aaiún, Smara, Dakhla e Bojador. Read more

Ayúdanos a difundir >>>