Sahara Ocidental – na universidade de Tokyo

Na passada segunda-feira, Claude Mangin, membro da AARASD, CORELSO e do comité das famílias dos presos de Gdeim Izik, apresentou o conflito do Sahara Ocidental na Universidade Shirokana Mejigakuin à Convite do Centro de Estudos Internacionais para a Paz.

O encontro foi organizado pelo Prof. Katsumato que também é colaborador do jornal Monde Diplomatique e ex-director des te Centro.

Durante o debate o prof. japonês recordou que o Japão, segundo contribuinte da ONU, e devido ao seu passado histórico deverá ter um papel importante para a concretização da independência do Sahara Ocidental.

Após a exposição da Sra. Mangin sobre o processo histórico, a actual situação e o julgamento dos prisioneiros de Gdeim Izik, Sun Zankun, professor de Direito desta Universidade, e especialista no direito à autodeterminação dos povos, reafirmou que todo é claro do ponto de vista jurídico e que o povo saharaui tem direito à autodeterminação. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Hilale, embaixador de Marrocos insulta representante da Venezuela na ONU

Durante uma discussão na sede das Nações Unidas sobre o financiamento dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentáveis ​​(ODS) , esta terça-feira, 18 de abril, o representante de Marrocos junto das Nações Unidas, e seu colega venezuelano, tiveram duros confrontos. , de acordo com vários mídia.

No seu discurso, o embaixador da Venezuela solicitou que a realização dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentáveis considera os territórios ocupados, como Palestina e Sahara Ocidental. Esta afirmação do diplomata venezuelano irritou Omar Hilale, Embaixador do Reino de Marrocos nas Nações Unidas que insultou o seu homologo e perguntou se este não se teria equivocado e enganado na reunião ou agenda ao referir-se ao Sahara marroquino como Sahara Ocidental”, escreveu o MAP agência oficial marroquina.

O representante de Mohamed VI não parou por aí, dizendo que a Venezuela é a “última ditadura na América Latina.” Pior Omar Hilale “ridicularizado” a atual situação social deletério na Venezuela, devido à crise económica neste país, fazendo um paralelo entre os marroquinos que segundo ele não passam fome. Read more

Ayúdanos a difundir >>>

Câmara dos Deputados do México acolhe a exibição de pintura “saharauis: olhos refletindo a alma” do artista saharaui mexicano Antonio Velázquez Abdallahy

Foi inaugurada a exposição de pintura “saharauis: olhos refletindo a alma” de Antonio Velázquez que tem como objectivo solicitar o respeito e garantia da ONU dos direitos humanos e direito à autodeterminação do povo saharaui.

Com o pedido que o direito internacional seja aplicado e os direitos de liberdade e autodeterminação do povo saharaui contra a ocupação marroquina sejam respeitados, o “artivista” plástico António Velázquez, Abdallahy, inaugurou na segunda-feira no salão principal da Câmara dos Deputados a exposição “saharauis: olhos que refletem a alma”.

Tendo como convidados o Embaixador da República Saharaui Árabe Democrática, Ahmed Mulay Ali; o Embaixador da Cote d’Ivoire, Obou Marcellin Abie; o embaixador da República Bolivariana da Venezuela, María Lourdes Urbaneja de Durant; e vários deputados; o artista de origem tapatío reiterou o seu compromisso com a luta travada por este povo africano para recuperar a sua liberdade e afirmou que a arte é um caminho para o mundo ver e compreender os sentimentos desses lutadores.

“Esta coleção procura dar voz a um povo ancestral que vive no deserto e há vários anos luta pacificamente para recuperar a sua liberdade e independência”, disse Antonio Velázquez lembrando que como observador internacional do povo saharaui, foi capaz de documentar atrocidades e o genocídio que este enfrenta. Read more

Ayúdanos a difundir >>>