Partido Comunista do Brasil: Condenação de ativistas saarauís desnuda a face cruel da ocupação

A Secretaria de Política e Relações Internacionais do Comitê Central do Partido Comunista do Brasil divulgou nesta segunda-feira (31) uma nota de repúdio à condenação de militantes saarauís que lutam pela libertação do Saara Ocidental, ocupado há 42 anos pelo Reino do Marrocos. Leia, abaixo, a íntegra da nota.

Partido Comunista do Brasil: Condenação de ativistas saarauís desnuda a face cruel da ocupação

O PCdoB expressa seu mais veemente protesto contra a injusta condenação de 23 presos políticos saarauís, que foram julgados por um tribunal do Reino do Marrocos.

A República Árabe Saarauí Democrática está com a maior parte do seu território ocupada por tropas do Reino do Marrocos há mais de 40 anos. Durante todo este tempo a população saarauí resiste e luta pela independência de sua pátria.

Em 2010 foi organizado o acampamento de Gdiem Izik (conhecido como “acampamento da dignidade”) nas fronteiras da capital ocupada, El Aaiún, onde se concentraram mais de 20.000 saarauís para denunciar a opressão social, política e econômica promovida pelo invasor. O Acampamento da Dignidade foi atacado pelas forças de ocupação marroquina na madrugada de 8 e 9 de novembro de 2010. Centenas de ativistas foram presos. Os detidos, que participavam de um protesto pacífico, foram torturados e sofreram toda sorte de maus-tratos, repetidas vezes denunciados por entidades internacionais.

Depois de condenados por um tribunal militar marroquino, foram agora julgados por um tribunal civil, que não conseguiu provar qualquer ação criminosa por parte dos acusados, nem apresentar provas efetivas sobre supostos crimes. Mesmo assim, oito dos réus foram condenados à prisão perpétua, três receberam a pena de 30 anos de prisão, cinco foram condenados há 25 anos, três presos receberam a sentença de 20 anos e apenas quatro sofreram penas inferiores ao tempo em que já passaram na cadeia, sendo postos em liberdade.

O processo, o julgamento e a condenação dos ativistas saarauís desnudam a face desumana, cruel e despótica da ocupação marroquina, que busca com esta vil ação intimidar os lutadores pela independência do Saara Ocidental.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) manifesta ao povo saarauí, ao governo da RASD e à Frente Polisário a solidariedade militante dos comunistas brasileiros em defesa da luta pela independência e a soberania do Saara Ocidental, luta esta que, temos plena confiança, terminará com a derrota do colonialismo arcaico e injusto e com a vitória do povo saarauí.

José Reinaldo Carvalho
Secretário de Política e Relações Internacionais
Pelo Comitê Central do Partido Comunista do Brasil

São Paulo, 31 de julho de 2017

Ayúdanos a difundir >>>