Situação dos presos políticos de Gdeim Izik deteriora-se

Segundo informação obtida junto dos familiares directos dos presos de Gdeim Izik, as autoridades marroquinas não permitiram aos detidos em Tiflet levarem nada da prisão anterior excepto a roupa.

Brahim Ismaili entrou em greve de fome aberta devido aos maus tratos sufridos, e as condições da cela onde se encontra onde tem que deitar-se no chão de cimento. Todos os seus medicamentos lhe foram retirados.

Os activistas presos em Tiflet estão em celas em modulos com presos de delito comun.

Abdallahi Toubali vai entrar em greve de fome a partir de quinta feira dia 21 de Setembro.

Os detidos do Grupo de Gdeim Izik na prisão de Kenitra estão em celas individuais, também em modulos com presos de delito comun. Este grupo vai estar em greve de fome simbólica de 48h em 19 e 20 de Setembro.

A familia de Abdel Jalil Laaroussi continua sem noticias sobre o seu estado de saúde.


Prisão de Tifelt 1 
El Bachir Khada, Hassan Dah, Brahim Ismaili  y Cheik Banga

Tifelt 2
Mohamed Lamin Haddi, Khouna Babeit y Toubali Abdelahi

Prisão Ait Melloul
Mohamed Embarek Lefkir, Mohamed Bani, Sidahmed Lemjeyid e Mohamed Tahlil

Os restantes presos encontram-se como publicamos esta manhã em
Prisão El Arjat
Naama Asfari

Prisão de Okacha, Casablanca
Abdel Jalil Laaroussi

Prisão de Kenitra
El Bachir Bountanguiza, Sidi Abdallahi Abbahah, Houcein Zawi, Abdallahi Lakfawni, Ahmed Sbaai e Mohamed Bourial

Ayúdanos a difundir >>>